The Man from Colorado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
The Man from Colorado
No Velho Colorado[1] (BRA)
 Estados Unidos
1948 •  cor •  100 min 
Direção Henry Levin
Produção Jules Schermer
Roteiro Robert Andrews
Ben Maddow
Borden Chase (história)
Elenco Glenn Ford
William Holden
Ellen Drew
Género faroeste
Música George Duning
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Man from Colorado é um filme estadunidense do género Faroeste, produzido em 1948, e protagonizado por Glenn Ford e William Holden.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Glenn Ford é um oficial da União que se torna viciado em matar durante a Guerra Civil Americana, William Holden é o seu melhor amigo, e Ellen Drew é a mulher em que os seus corações estão interessados. O argumento de Robert Andrews e Ben Maddow baseou-se numa história de Borden Chase.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Após o término da Guerra Civil Americana, depois de ter cometido uma grave cobardia ao atirar contra as tropas em rendição, e liquidá-las, o Coronel Owen Deveraux regressa à sua terra-natal, Colorado, juntamente com a sua tropa vitoriosa, ao lado do seu melhor amigo, Del Stewart. Antes de chegarem, Deveraux manda prender o Sargento Jericho Howard devido a ele ter bebido no acampamento, ameaçando-o de condenação à forca. Jericho rapidamente foge. Quando chegam a Colorado, Del apercebe-se de que Owen não está nada bem, devido aos traumas que a Guerra provocou nele, e tenta ajudá-lo acalmando a sua maneira um bocado brusca de lidar com as coisas, até na altura em que é nomeado como discípulo do Juiz de Colorado. O pior é quando Del apaixona-se por Caroline Emmet, que se apaixona por Owen, casando-se com ele, para desgosto de Del, que respeita a decisão da sua amada. Nomeado pelo Presidente dos EUA como Juiz de Colorado, Deveraux começa a impor um tratamento injusto contra os seus habitantes, agindo com um louco sádico, e provocando a revolta nos populares, que são obrigados ao uso das armas para se auto-defenderem. Quando Jericho comete um assalto, e o seu irmão é preso por tal, Del pede a Deveraux para não julgar o preso até buscar Jericho, mas quando os dois chegam a meio do caminho, encontram o irmão de Jericho enforcado por Deveraux. Perante tais injustiças, e vendo que Deveraux continua a matar por puro prazer, Del afasta-se do seu amigo e jura vingança contra Deveraux, e este responde com uma armadilha, em que envia uma mensagem falsa, que Del julga ter sido escrita por Caroline, sendo imediatamente preso. Caroline descobre o comportamento psicótico de Deveraux através de um diário, em que ele escrevia os seus acontecimentos sob pena de talião, e rapidamente pede ajuda ao seu pai, que é médico. De imediato, Del foge da prisão graças ao médico, rapta a sua amada e fogem para uma cidade a alguns quilómetros de Colorado. Quando Del tenta ir a Washington avisar a Justiça sobre o que aconteceu, Deveraux cerca a cidade e pouco tempo depois, cumprindo uma ameaça, manda atear fogo á cidade e avança para matar Del. Mas Jericho intromete-se em socorro de Del, lutando com Deveraux até ao momento em que cai sobre eles um prédio em chamas, acabando com as suas vidas. Assim, como seria de se esperar, Deveraux encontra a devida paga pela sua injustiça.

Referências

  1. EWALD FILHO, Rubens (1975). Os Filmes de Hoje na TV. [S.l.]: São Paulo: Global Editora. p. 138 
Portal A Wikipédia tem os portais:
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme de faroeste é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.