Thiago Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Thiago Peixoto
Thiago Peixoto
Thiago Peixoto
Deputado Federal por Goiás
Período 1 de fevereiro de 2011
até atualidade
(2 mandatos consecutivos)
Dados pessoais
Nascimento 22 de julho de 1974 (43 anos)
Brasília, DF
Nacionalidade brasileiro
Alma mater Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Universidade da Califórnia
Cônjuge Paula Barreto Peixoto da Silveira
Partido PSD
Profissão Economista
linkWP:PPO#Brasil

Thiago Mello Peixoto da Silveira (Brasília, 22 de julho de 1974) é um economista e político brasileiro filiado ao Partido Social Democrático (PSD).[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pós-graduado em Gerenciamento de Projetos, pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos.[2]

Leitor e admirador de Churchill, encara a política com responsabilidade e coragem para se posicionar contra velhas práticas populistas.[3]

Trajetória Política[editar | editar código-fonte]

Ingressou na vida pública, sendo eleito deputado estadual no ano de 2006. Destacou-se como parlamentar, propondo uma “oposição proativa”, onde apresentava modelos de gestão bem sucedidos, para serem agregados à administração estadual.[2]

Eleito deputado federal em 2010, rompe com seu grupo político em razão da melhoria da qualidade da educação do seu estado. Assume a Secretaria Estadual de Educação e lidera o sistema educacional goiano rumo ao primeiro lugar no ranking nacional.[2]

Reeleito deputado federal em 2014, volta ao governo, para, na Secretaria de Gestão e Planejamento, propor a discussão de um estado mais competitivo, temática também defendida no período em que comandou a Secretaria de Desenvolvimento.[2]

Retorna à Câmara dos Deputados, em julho de 2016 dando prosseguimento ao mandato de deputado federal.[2]

Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff.[4] Posteriormente, foi também favorável à PEC do Teto dos Gastos Públicos.[4] Em abril de 2017 votou a favor da Reforma Trabalhista.[4] [5] Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do então Presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal.[4][6]

Seminários e Publicações[editar | editar código-fonte]

  • Organizador dos Seminários “MUDANÇAS CLIMÁTICAS - AÇÕES PARA MITIGAÇÃO” (2010), "LIDERANÇA E GESTÃO PÚBLICA" (2009) e "I SEMINÁRIO INTERNACIONAL SOBRE REFORMA EDUCACIONAL" (2008), promovidos pela Assembleia Legislativa de Goiás.
  • Autor do livro EDUCAÇÃO: O Desafio de mudar, Instituto Arte Cidadania, 1ª Ed., 2010.[1]

Referências

  1. a b «Biografia Thiago Peixoto». Câmara dos Deputados. Consultado em 9 de fevereiro de 2017 
  2. a b c d e «Thiago Peixoto». PSD na Câmara. Consultado em 9 de fevereiro de 2017 
  3. «ARTIGO DO DEPUTADO THIAGO PEIXOTO (PMDB) PUBLICADO NO JORNAL "O POPULAR", EDIÇÃO DE 08.12.2009.». Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. Consultado em 9 de fevereiro de 2017 
  4. a b c d G1 (2 de agosto de 2017). «Veja como deputados votaram no impeachment de Dilma, na PEC 241, na reforma trabalhista e na denúncia contra Temer». Consultado em 11 de outubro de 2017 
  5. Redação (27 de abril de 2017). «Reforma trabalhista: como votaram os deputados». Consultado em 18 de setembro de 2017 
  6. Carta Capital (3 de agosto de 2017). «Como votou cada deputado sobre a denúncia contra Temer». Consultado em 18 de setembro de 2017