Thiago Tavares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Thiago Tavares
Informações
Nome
completo
Thiago de Mello Tavares
Nascimento 8 de novembro de 1984 (34 anos)
Santa Catarina Florianópolis, SC
 Brasil
Nacionalidade brasileiro
Residência Santa Catarina Florianópolis, SC
 Brasil
Altura 1,70 m
Peso 70kg
Divisão Peso-leve
Luta por Santa Catarina Florianópolis, SC
 Brasil
Equipe Brasil Team Tavares
Brasil Brazilian Top Team
Brasil Avaí
Graduação      Faixa Preta em BJJ
Cartel nas artes marciais mistas
Total 28
Vitórias 20
Por nocaute 2
Por finalização 14
Por decisão 4
Derrotas 7
Por nocaute 5
Por decisão 2
Empates 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog

Thiago de Mello Tavares (Florianópolis, 8 de novembro de 1984) é um lutador de artes marciais mistas brasileiro e membro da Ordem DeMolay. Já foi lutador da categoria peso-pena do UFC.

Carreira no MMA[editar | editar código-fonte]

Ultimate Fighting Championship[editar | editar código-fonte]

Thiago Tavares entrou no UFC com um cartel invicto e muito respeitado, oriundo do Judo e Jiu-jitsu, já havia passado um tempo na Holando e também afiado o Muay Thai.

Thiago lutou perante o candidato Tyson Griffin a teve uma perda por decisão unânime, a primeira de sua carreira, no UFC 76. Essa Luta seria agraciada como a Luta da Noite devido o desempenho de ambos os lutadores.

Thiago se recuperou com uma vitória por decisão unânime sobre Michihiro Omigawa (que viria a ser classificado entre o top 10 do Peso Leve) no UFC Fight Night: Swick vs Burkman.

Thiago foi nocauteado em sua próxima luta por Matt Wiman e perdeu uma decisão unânime de Kurt Pellegrino quase três meses depois. Isto marcou a primeira vez que Tavares perdeu duas lutas seguidas desde o início da sua carreira, com doze vitórias consecutivas.

Thiago derrotou o finalista do TUF 5 Manvel Gamburyan por decisão unânime no UFC 94, em uma disputa apertada.

Thiago e Nik Lentz lutaram no UFC Fight Night: Maynard vs. Diaz numa luta que terminou em empate. Foi deduzido um ponto de Thiago no terceiro round por um segundo pontapé na virilha de Lentz. Após a luta, Lentz foi entrevistado e havia compartilhado com um repórter de sua crença de que Thiago havia chutado intencionalmente sua virilha.

Thiago foi programado para enfrentar Melvin Guillard em 29 de maio de 2010 no UFC 114, mas Tavares foi forçado a sair do card por uma lesão no cotovelo. Ele foi substituído por Waylon Lowe.

Thiago foi definido para enfrentar Willamy Freire no UFC Live: Jones vs. Matyushenko ocorreu no dia 1 de agosto de 2010. No entanto, em 20 de julho de 2010, Willamy se afastou por causa de uma lesão, forçando a luta a ser cancelada.

Thiago enfrentou o estreante Pat Audinwood em 25 de setembro de 2010 no UFC 119, substituindo o lesionado Aaron Riley. Ele derrotou Audinwood por finalização (guilhotina) no primeiro round.

Thiago, em seguida, enfrentou Shane Roller em 3 de março de 2011, no UFC Live: Sanchez vs. Kampmann. Ele perdeu a luta por nocaute (socos) no segundo round. Embora Thiago tenha machucado Roller no primeiro round, ele era incapaz de acabar com ele. Durante o segundo round, Thiago foi atingido por um direto de direita de Roller que acabou a luta.

Thiago derrotou Spencer Fisher no segundo round por nocaute técnico em 27 de agosto de 2011 no UFC 134.

Antes do UFC 142, Thiago acertou com o Avaí, clube de seu coração, para se tornar atleta e representante da instituição.

Na primeira luta como atleta avaiano, Thiago enfrentou Sam Stout em 14 de janeiro de 2012, no UFC 142. Ele venceu a luta por decisão unânime após a utilização de quedas e seu controle em pé na maioria da luta.

Thiago iria enfrentar Tony Ferguson em 5 de maio de 2012 no UFC on Fox: Diaz vs. Miller, substituindo o lesionado Dennis Hallman, mas também se lesionou e ao seu lugar foi escalado Michael Johnson.

Thiago era esperado para enfrentar Dennis Hallman no dia 1 de setembro de 2012 no UFC 151. Mas devido a lesão de um dos lutadores que fariam o evento principal, o evento foi cancelado.[1]

A luta contra Hallman foi remarcada para 4 de outubro de 2012 no UFC on FX: Browne vs. Pezão. Porém Hallman pesou 3,5 kg acima do peso na pesagem oficial, e a luta não pode acontecer.

Thiago voltou ao Brasil para enfrentar Khabib Nurmagomedov em 19 de janeiro de 2013 no UFC on FX: Belfort vs. Bisping. Thiago foi nocauteado ainda no primeiro round e foi pego no exame anti doping por uso de drostanolona.

Tavares era esperado para enfrentar o americano Quinn Mulhern mas uma lesão tirou Mulhern da luta, sendo substituído por Justin Salas.[2] Tavares finalizou Salas ainda no primeiro round com um mata leão.

Tavares era esperado para estrear no Peso Pena em 15 de fevereiro de 2014 no UFC Fight Night: Machida vs. Mousasi, contra Zubaira Tukhugov. Porém, uma lesão o tirou do evento e ele foi substituído por Douglas Silva de Andrade.[3]

Tavares estreou nos penas contra Robbie Peralta em 16 de agosto de 2014 no UFC Fight Night: Bader vs. St. Preux e venceu por finalização com um mata leão no primeiro round. Sua performance lhe rendeu o prêmio de Performance da Noite.

Tavares era esperado para enfrentar Nik Lentz em 14 de Fevereiro de 2015 no UFC Fight Night: Henderson vs. Thatch. No entanto, uma lesão tirou Tavares da luta, e ele foi substituído pelo estreante Levan Makashvili.

Tavares era esperado para enfrentar Zubaira Tukhugov em 6 de Junho de 2015 no UFC Fight Night: Boetsch vs. Henderson. No entanto, uma lesão tirou Tukhugov do evento, e ele foi substituído por Brian Ortega.[4] Apesar de fazer uma ótima apresentação, Tavares foi derrotado por nocaute técnico no terceiro round.

Tavares enfrentou Clay Guida em 7 de Novembro de 2015 no UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III. Thiago finalizou Guida com uma guilhotina com menos de 40 segundos de luta, sendo essa a finalização mais rápida da história da divisão.

Tavares enfrentou Doo Ho Choi em 08 de Julho de 2016 no The Ultimate Fighter: Team Joanna vs. Team Cláudia, ele perdeu por nocaute socos ainda no primeiro round.

Tavares não teve seu contrato renovado e acabou sendo dispensado pelo UFC em Fevereiro de 2017.

Cartel no MMA[editar | editar código-fonte]

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Vitória 21-7-1 Brasil Mauricio Machado Nocaute Técnico (socos) Aspera FC 49 18/02/2017 1 0:46 Brasil Balneário Camboriú
Derrota 20-7-1 Coreia do Sul Doo Ho Choi Nocaute Técnico (socos) The Ultimate Fighter 23 Finale 08/07/2016 1 2:42 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Vitória 20-6-1 Estados Unidos Clay Guida Finalização (guilhotina) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III 07/11/2015 1 0:39 Brasil São Paulo Finalização mais rápida da divisão; Performance da Noite.
Derrota 19-6-1 Estados Unidos Brian Ortega Nocaute Técnico (socos) UFC Fight Night: Boetsch vs. Henderson 06/06/2015 3 4:10 Estados Unidos New Orleans, Louisiana Luta da Noite.
Vitória 19-5-1 Estados Unidos Robbie Peralta Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Bader vs. St. Preux 16/08/2014 1 4:27 Estados Unidos Bangor, Maine Estreia nos Penas; Performance da Noite
Vitória 18-5-1 Estados Unidos Justin Salas Finalização (mata leão) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson II 09/11/2013 1 2:38 Brasil Goiânia
Derrota 17–5–1 Rússia Khabib Nurmagomedov Nocaute Técnico (socos e cotoveladas) UFC on FX: Belfort vs. Bisping 19/01/2013 1 1:55 Brasil São Paulo Após a luta, testou positivo no exame anti-dopping.
Vitória 17–4–1 Canadá Sam Stout Decisão (unânime) UFC 142: Aldo vs. Mendes 14/01/2012 3 5:00 Brasil Rio de Janeiro
Vitória 16–4–1 Estados Unidos Spencer Fisher Nocaute Técnico (socos) UFC 134: Silva vs. Okami 27/08/2011 2 2:51 Brasil Rio de Janeiro
Derrota 15–4–1 Estados Unidos Shane Roller Nocaute (socos) UFC Live: Sanchez vs. Kampmann 03/03/2011 2 1:28 Estados Unidos Louisville, Kentucky
Vitória 15–3–1 Estados Unidos Pat Audinwood Finalização (guilhotina) UFC 119: Mir vs. Cro Cop 25/09/2010 1 3:47 Estados Unidos Indianapolis, Indiana
Empate 14–3–1 Estados Unidos Nik Lentz Empate (majoritário) UFC Fight Night: Maynard vs. Diaz 11/01/2010 3 5:00 Estados Unidos Fairfax, Virgínia
Vitória 14–3 Arménia Manvel Gamburyan Decisão (unânime) UFC 94: St.Pierre vs. Penn 2 31/01/2009 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 13–3 Estados Unidos Kurt Pellegrino Decisão (unânime) UFC 88: Breakthrough 06/09/2008 3 5:00 Estados Unidos Atlanta, Geórgia Luta da Noite.
Derrota 13–2 Estados Unidos Matt Wiman Nocaute (socos) UFC 85: Bedlam 07/06/2008 2 1:57 Inglaterra Londres Luta da Noite.
Vitória 13–1 Japão Michihiro Omigawa Decisão (unânime) UFC Fight Night: Swick vs. Burkman 23/01/2008 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada
Derrota 12–1 Estados Unidos Tyson Griffin Decisão (unânime) UFC 76: Lidell vs. Jardine 22/09/2007 3 5:00 Estados Unidos Anaheim, California Luta da Noite.
Vitória 12–0 Estados Unidos Jason Black Finalização (triângulo) UFC Fight Night: Stout vs. Fisher 12/06/2007 2 2:49 Estados Unidos Hollywood, Florida
Vitória 11–0 Japão Naoyuki Kotani Decisão (unânime) UFC Fight Night: Stevenson vs. Guillard 05/04/2007 3 5:00 Estados Unidos Las Vegas, Nevada Estréia no UFC.
Vitória 10–0 Países Baixos Marc Duncan Finalização (mata leão) It's Showtime 2006 Alkmaar 03/12/2006 1 3:39 Países Baixos Alkmaar Ganhou o Título do It´s Showtime (70 kg).
Vitória 9–0 Alemanha Ulas Aslan Nocaute Técnico (socos) 2H2H: Pride & Honor 12/11/2006 1 N/A Países Baixos Rotterdam
Vitória 8–0 Brasil Adriano Gonçalves Finalização (triângulo) Sul Fight Championship 1 16/09/2006 2 4:12 Brasil Balneário Camboriú
Vitória 7–0 Países Baixos Romano de los Reyes Finalização Rumble Of Amsterdam 3 21/05/2006 2 1:24 Países Baixos Amsterdã
Vitória 6–0 Países Baixos Mathieu Lawalata Finalização (chave de calcanhar) Rumble Of Amsterdam 3 21/05/2006 1 0:59 Países Baixos Amsterdã
Vitória 5–0 Alemanha Daniel Weichel Finalização (guilhotina) CWFC: Enter the Wolfslair 05/03/2006 3 4:47 Inglaterra Liverpool
Vitória 4–0 Brasil Márcio César Finalização (mata leão) Storm Samurai 9 20/11/2005 2 N/A Brasil Curitiba
Vitória 3–0 Brasil Fabiano Adams Finalização (estrangulamento) X-treme Combat 05/06/2005 1 0:55 Brasil Joinville
Vitória 2–0 Brasil Johny Finalização (triângulo) CO: Muay Thai & Vale Tudo 02/05/2004 1 4:38 Brasil Curitiba
Vitória 1–0 Estados Unidos James Jones Finalização (triângulo) Reality Fighting 5 01/11/2003 2 1:18 Estados Unidos Atlantic City, New Jersey

Referências