Thomas Bowdler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Thomas Bowdler (11 de Julho de 1754 - 24 de Fevereiro de 1825), foi um médico inglês que se tornou famoso (ou infame) por editar uma colecção infantil de William Shakespeare, o Family Shakespeare, (o Shakespeare familiar) no qual ele "pretendia remover tudo que pudesse causar justa ofensa à mente religiosa e virtuosa."

Por exemplo, a morte de Ofélia em Hamlet foi eufemizada num acidente por afogamento em vez de suicídio como Shakespeare tinha pretendido.

O seu nome tornou-se um epônimo em língua inglesa, onde bowdlerization (adjectivo bowdlerized) descreve o processo de censura pelo apagamento arbitrário de material "desagradável" de uma obra literária para purificá-la, em vez de a banir.

Referência[editar | editar código-fonte]

  • Dr. Bowdler's Legacy: a history of expurgated books in England and America, by Noel Perrin. David R. Godine, Boston, 1969. ISBN 0-87923-861-5.