Tyler Reks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tyler Reks
Tyler Reks.jpg
Informações pessoais
Nascimento 1 de novembro de 1978 (38 anos)
São Francisco, Califórnia
Morte
Residência Tampa, Florida
Carreira na luta livre profissional
Nome(s)
de ringue
Gabe Tuft
Taj Milano
Tyler Reks
Altura
anunciada
1,91 m
Peso
anunciado
110 kg
Treinado
por
Mike Bell
Equipe da FCW
Equipe da UPW
Estreia Fevereiro de 2007

Gabriel Allan Tuft[1] (São Francisco, 1 de novembro de 1978)[1] é um lutador de wrestling profissional estadunidense, mais conhecido por seu trabalho na WWE sob o nome de Tyler Reks.[2] Ele também competiu no território de desenvolvimento da WWE, Florida Championship Wrestling (FCW), onde já foi uma vez Campeão das Duplas da Flórida com Johnny Curtis e Campeão dos Pesos-Pesados da Flórida.

Carreira na luta profissional[editar | editar código-fonte]

World Wrestling Entertainment / WWE (2007—2012)[editar | editar código-fonte]

Florida Championship Wrestling (2007—2009)[editar | editar código-fonte]

Após fazer sua estréia em fevereiro de 2007,[3] Tuft assinou um contrato com a World Wrestling Entertainment (WWE) fevereiro de 2009, sendo mandado para a Florida Championship Wrestling (FCW) como Tyler Reks.[3] Em 11 de dezembro de 2008, Tuft e Johnny Curtis derrotaram The New Hart Foundation (DH Smith e TJ Wilson), ganhando o FCW Florida Tag Team Championship em Tampa, Florida. Em 11 de junho de 2009, ele derrotou Drew McIntyre, se tornando FCW Florida Heavyweight Championship. Após a luta, Joe Hennig o parabenizou.[4] Ele perdeu o título para Heath Slater nas gravações da FCW em 13 de agosto.[5]

ECW (2009—2010)[editar | editar código-fonte]

Reks em dezembro de 2009.

Tuft estreou no plantel principal no ECW on Sci Fi de 30 de junho de 2009, como um surfista em um segmento nos bastidores com Zack Ryder.[2][6] Reks sofreu uma lesão no joelho antes de sua estréia, mas conseguiu fazer sua primeira luta contra Ryder no WWE Superstars de 2 de julho, perdendo.[7][8] Em 21 de julho, na ECW, Reks ganhou sua primeira luta ao derrotar Paul Burchill, o fazendo novamente na semana seguinte.[9] Reks participou de uma 10-Man Battle Royal em 15 de setembro para uma chance pelo ECW Championship de Christian, mas a luta seria vencida por Ryder.

SmackDown e rivalidade com Chris Masters (2010—2011)[editar | editar código-fonte]

Com o fim da ECW, Reks foi transferido para o SmackDown em abril de 2010, estreando no programa em 15 de outubro, se tornando um vilão, desafiando Kaval para uma luta pela vaga do mesmo no time do SmackDown no Bragging Rights. Reks venceu a luta.[10] No Bragging Rights, Reks eliminou Santino Marella da luta, mas foi eliminado por Sheamus. No entanto, o time do SmackDown venceu a luta pelo segundo ano consecutivo. Ele se tornou parte do time de Alberto Del Rio no Survivor Series. Ele foi eliminado por Kofi Kingston e seu time acabaria perdendo. Ele, então, começou uma rivalidade com Chris Masters, o derrotando uma vez no SmackDown e duas vezes no WWE Superstars. Reks fez sua primeira aparição em uma luta Royal Rumble no Royal Rumble de 2011, como o 16° participante, sendo eliminado pelo Nexus.

Dupla com Curt Hawkins e demissão (2011—2012)[editar | editar código-fonte]

Em 26 de abril, Reks foi transferido para o Raw no WWE Draft.[11] Reks estreou no Raw em um evento ao vivo em 24 de julho de 2011, derrotando Primo.[12]

Sua primeira aparição no Raw aconteceu apenas em 5 de setembro, em um segmento nos bastidores com Curt Hawkins e Wade Barrett. Reks e Hawkins derrotaram Titus O'Neil e Percy Watson no Superstars de 8 de setembro. Em 27 de setembro, no NXT, Reks e Hawkins atacaram os Usos após uma luta deles com Darren Young e JTG. Na semana seguinte, em 5 de outubro, Hawkins e Reks derrotaram os Usos.[13] Ele foi, na história, suspenso por três semanas por ter invadido o NXT, retornando em 16 de novembro, sendo derrotado por Titus O'Neil.[14] Em 23 de novembro, no NXT, Reks e Hawkins se aliaram a Darren Young, com Reks e Young derrotando O'Neil e Percy Watson. Reks fez sua primeira luta no Raw em 30 de janeiro, sendo derrotado por Brodus Clay.[15] No NXT de 18 de abril, William Regal marcou uma luta entre Hawkins e Reks, com o perdedor sendo obrigado a deixar o NXT como punição pelo sequestro de Matt Striker, orquestrado por eles. Reks venceu, mas foi demitido do NXT por Regal, assim como Hawkins. Eles retornaram ao programa nas semanas seguintes, como seguranças.

No Raw de 4 de junho, Hawkins e Reks foram derrotados pelos Campeões de Duplas R-Truth e Kofi Kingston. Em 20 de agosto, Reks pediu demissão da WWE.[16]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Ao ser perguntado no Twitter o motivo do nome 'Tyler Reks', Tuft respondeu: "Tyler é o nome que eu e minha esposa decidimos dar ao nosso primeiro filho - quando o tivermos. Reks é só um nome incrível! Se eu ganhar um título mundial, as pessoas poderão gritar "Reks Wrecks"."[17]

No wrestling[editar | editar código-fonte]

Títulos e prêmios[editar | editar código-fonte]

Tuft como FCW Florida Heavyweight Champion.

Referências

  1. a b «California Births». Family Tree Legends. Consultado em 3 de fevereiro de 2008 
  2. a b «Tyler Reks Biography». World Wrestling Entertainment. Consultado em 26 de abril de 2010 
  3. a b c «Profile». Online World of Wrestling. Consultado em 24 de dezembro de 2008 
  4. «New FCW Champion Crowned, Maria On TV Tonight, More». SEScoops. June 12, 2009. Consultado em 9 de agosto de 2009  Verifique data em: |data= (ajuda) [ligação inativa]
  5. Martin, Adam (14 de agosto de 2009). «New champion crowned in FCW». WrestleView. Consultado em 25 de julho de 2010 
  6. «Florida Championship Wrestling, I mean ECW, TV report». Wrestling Observer/Figure Four Online. 30 de junho de 2009. Consultado em 1 de julho de 2009 
  7. Aldren, Mike (9 de julho de 2009). «Daily wrestling news and gossip». The Sun. London. Consultado em 12 de julho de 2009 
  8. Mackinder, Matt (2 de julho de 2009). «WWE Superstars: Punk's heel turn continues». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 3 de julho de 2009 
  9. Bishop, Matt (22 de julho de 2009). «ECW: Dreamer, Christian jabber prior to Night of Champions». Slam! Sports. Canadian Online Explorer. Consultado em 26 de julho de 2009 
  10. a b c Parks, Greg (15 de outubro de 2010). «Parks' WWE SmackDown report 10/15: Ongoing "virtual time" coverage of the show, including Undertaker's "return" (again)». Pro Wrestling Torch. Consultado em 17 de outubro de 2010 
  11. «WWE News: Full list of 2011 WWE Draft Picks (televised Raw Draft & Supplemental Draft)». Pro Wrestling Torch. 26 de abril de 2011. Consultado em 27 de abril de 2011 
  12. «WWE News: Full list of 2011 WWE Draft Picks (televised Raw Draft & Supplemental Draft)». Pro Wrestling Torch. 26 de abril de 2011. Consultado em 27 de abril de 2011 
  13. «WWE NXT results: Former Rookies return». WWE. 5 de outubro de 2011 
  14. «WWE NXT results: D-Young's Return». WWE. Consultado em 17 de novembro de 2011 
  15. Passero, Mitch. «WWE Raw SuperShow results: The Undertaker returned with his sights set on Triple H!». WWE. Consultado em 31 de janeiro de 2012 
  16. Clark, Ryan. «Breaking News: Tyler Reks Quits WWE». Consultado em 22 de agosto de 2012 
  17. Mango, Anthony. «Why did Tyler Reks Choose the Name "Tyler Reks"?». Smark Out Moment. Consultado em 3 de dezembro de 2009 
  18. a b «FCW TV 7/26/09». 30 de julho de 2009. Consultado em 20 de agosto de 2009 
  19. Bauer, Michael (28 de julho de 2009). «411's ECW on SyFy Report 7.28.09». 411Mania. Consultado em 11 de agosto de 2009 
  20. a b c Shannon, Jay (12 de agosto de 2009). «The Morning After ECW Recap». 1Wrestling.com. Consultado em 20 de agosto de 2009  [ligação inativa]
  21. Endres, Cody (30 de junho de 2009). «FCW TV REPORT 6/28: Tyler Reks wins the FCW Title, Abraham Washington name new FCW GM». PWTorch. Consultado em 20 de agosto de 2009 
  22. Boucher, Patrick (6 de agosto de 2009). «WWE Superstars Results – August 6, 2009». PWHeadlines. Consultado em 20 de agosto de 2009 
  23. Medallis, Kara (20 de fevereiro de 2001). «Cobra commanders». World Wrestling Entertainment 
  24. «FCW Florida Heavyweight Championship history» 
  25. «FCW Florida Tag Team Championship history» 
  26. «"PWI 500": 101–200». Pro Wrestling Illustrated. 29 de julho de 2010. Consultado em 31 de julho de 2010