Veneno Vivo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Veneno Vivo
Álbum ao vivo de Cássia Eller
Lançamento 1998
Gravação 1998
Gênero(s) Rock
Duração 46:53
Idioma(s)
Formato(s) CD
Gravadora(s) PolyGram
Produção Waly Salomão
Cronologia de Cássia Eller
Música Urbana
(1997)
Millennium
(1998)
Singles de Veneno Vivo
  1. "Nós"
    Lançamento: 1998

Veneno Vivo é o segundo álbum ao vivo da cantora brasileira Cássia Eller, lançado em 1998.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Segundo álbum ao vivo de Cássia, é o registro da turnê do disco anterior, Veneno AntiMonotonia. No entanto, estão incluídas algumas faixas não presentes neste último como "Queria Ser Cássia Eller" e "Nós", que acabaria sendo lançada como single pela Polygram.

Faixas[editar | editar código-fonte]

TítuloCompositor(es) Duração
1. "Brasil"  Cazuza; George Israel; Nilo Romero 4:37
2. "Amor Destrambelhado"  Lanlan; Márcio Mello 2:37
3. "Obrigado (Por Ter Se Mandado)"  Cazuza; Zé Luis 3:05
4. "Vida Bandida"  Lobão; Bernardo Vilhena 3:08
5. "Billy Negão"  Cazuza; Guto Goffi 3:20
6. "Farrapo Humano"  Luiz Melodia 3:50
7. "Nós"  Tião Carvalho 2:47
8. "Mis Penas Lloraba Yo / Soy Gitano"  Antonio Sanchez / Vicente Amigo; J. Monje; José Fernandez Torres 3:04
9. "Todo Amor Que Houver Nessa Vida"  Cazuza; Roberto Frejat 4:04
10. "Ponto Fraco"  Cazuza; Roberto Frejat 2:32
11. "Faça o Que Quiser Fazer"  Fábio Allman; Felipe Cambraia; Lúcio Krops 4:19
12. "Geração Coca-Cola"  Renato Russo 2:08
13. "Todas as Mulheres do Mundo" (música incidental: Bem Me Quer)Rita Lee; Roberto de Carvalho ("Bem Me Quer") 3:24
14. "Eu Queria Ser Cássia Eller"  Péricles Cavalcanti 3:35
Duração total:
46:53

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Músicos
  • Cássia Eller – voz, cavaquinho e violão
  • Walter Villaça – guitarra (todas menos 7 e 8); violão (em "Nós" e "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano"); solo de guitarra (em "Obrigado (Por Ter se Mandado)", "Ponto Fraco", "Todo Amor que Houver Nessa Vida" e "Faça o que Quiser Fazer"); backing vocal (em "Vida Bandida", "Ponto Fraco", "Faça o que Quiser Fazer" e "Todas as Mulheres do Mundo")
  • Luciano Maurício (Lúci) – guitarra (todas menos 7 e 8); violão (em "Nós" e "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano"); solo de guitarra (em "Vida Bandida", "Farrapo Humano" e "Todo Amor que Houver Nessa Vida"); backing vocal (em "Obrigado (Por Ter se Mandado)", "Vida Bandida", "Mis Penas Lloraba Yo", "Ponto Fraco"< "Faça o que Quiser Fazer", "Geração Coca-Cola" e "Todas as Mulheres do Mundo")
  • Fernando Nunes – baixo (todas menos 7 e 8); baixolão (em "Nós" e "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano"); backing vocal (em "Vida Bandida", "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano", "Ponto Fraco", "Geração Coca-Cola" e "Todas as Mulheres do Mundo")
  • Lan Lan – percussão, timbales, pandeiro, talking drum, cajón e efeitos; backing vocal (em "Vida Bandida", "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano", "Ponto Fraco" e "Todas as Mulheres do Mundo")
  • Cesinha – bateria; cowbell (em "Brasil", "Farrapo Humano" e "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano"); backing vocal (em "Vida Bandida", "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano", "Ponto Fraco" e "Todas as Mulheres do Mundo")
Músicos adicionais
  • Flavio Senna - efeito de voz em "Brasil"
  • Rodrigo Garcia – tamborim em "Brasil", violão (em "Billy Negão", "Nós" e "Mis Penas Lloraba Yo/Soy Gitano"), solo de violão em "Soy Gitano" e backing vocal (em "Mis Peans Lloraba Yo/Soy Gitano", "Faça o que Quiser Fazer" e "Todas as Mulheres do Mundo")
  • Fábio Allman – participação em "Faça o que Quiser Fazer"
Produção
  • Waly Salomão – produção
  • Jorge "Gordo" Guimarães – gravação
  • Zorro – assistente de gravação
  • Flavio Senna – mixagem
  • João Damasceno – assistente de mixagem
  • Ricardo Essucy e Vânius Marques – masterização
  • Sinistro – assistente de estúdio

Certificações[editar | editar código-fonte]

País Certificação Vendas
 Brasil (ABPD) 50.000[2]

Referências

  1. «VENENO VIVO». UOL CliqueMusic. Consultado em 12 de janeiro de 2012 
  2. «Dados Artísticos - Cássia Eller». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 29 de dezembro de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Cássia Eller é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.