Vitor Rocha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Vitor Rocha
Nascimento 13 de outubro de 1997 (24 anos)
Pouso Alegre, Minas Gerais
Nacionalidade brasileiro
Ocupação
Principais trabalhos Cargas D'Água - Um Musical de Bolso
Página oficial
www.euvitorrocha.com

Vitor Rocha (Pouso Alegre, 13 de outubro de 1997) é um ator, diretor, escritor e roteirista brasileiro.[1] Eleito pela revista Forbes um dos 90 jovens mais bem sucedidos e promissores do país em 2019.[2] Seu trabalho mais notório é o musical Cargas D'Água - Um Musical de Bolso,[3] que lhe rendeu diversas indicações a prêmios de teatro, o consagrou o primeiro autor a receber um Prêmio Bibi Ferreira, na categoria revelação e ganhou montagens em Londres e Nova York.[4]

Além de outros espetáculos, é autor do livro Casusbelli e fundador do projeto social homônimo que une artistas em prol de crianças de ONGs e escolas rurais.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Vitor Rocha nasceu na cidade de Pouso Alegre, em 13 de outubro de 1997. Ele se mudou para Jacutinga ainda jovem, onde iniciou sua carreira através do teatro Cia. Amistad & Alegria, atuando em diversos espetáculos como Os Saltimbancos, Romão & Julinha, Dom Casmurro, etc. Pelo mesmo grupo, recebeu cinco indicações e venceu quatro prêmios como melhor ator no festival mineiro estudantil FESTEJAC.

Se formou ator em Campinas, pelo Teatro Escola Macunaíma, onde atuou nos espetáculos Sonho de Uma Noite de Verão, Marat/Sade, O Inspetor Geral, Joanas e na primeira montagem, ainda acadêmica, do musical de sua autoria Comitiva Esperança, dirigida por Wanderley Martins. Além de atuar, também dirigiu três espetáculos de sua autoria: O Mágico Di Ó, Romeu & Julieta & Rosalina e O Meu Coração de Giz & A Rainha Maria Beatriz.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Sua estreia no teatro musical profissional ocorreu em 2018 na cidade de São Paulo, atuando, dirigindo e escrevendo ㅡ ao lado de Ana Paula Villar ㅡ o espetáculo Cargas D’Àgua - Um Musical de Bolso. O musical foi sucesso de público e crítica, fazendo duas temporadas na capital paulista e uma turnê pelo interior do Brasil. Pelo seu trabalho como autor, venceu o Prêmio Bibi Ferreira e Prêmio Destaque Imprensa Digital, além do Broadway Regional Awards, na categoria melhor roteiro de teatro musical. Como ator, foi indicado na categoria ator revelação no Prêmio Brasil Musical. Sua vitória no Prêmio Bibi Ferreira o consagrou como o primeiro autor a receber o troféu da categoria revelação.

Em 2019, estreou seu segundo musical, também de sua autoria: Se Essa Lua Fosse Minha. O espetáculo, que esteve em cartaz entre maio e julho no Teatro do Núcleo Experimental, em São Paulo, narra a história de um povo de Terrarosa, uma província da Espanha, que sai de sua terra em busca de um lugar para construir um novo amanhã.[5] Após uma temporada de sucesso na capital paulista, o espetáculo recebeu quatro indicações ao 7º Prêmio Bibi Ferreira,[6] nas categorias melhor musical brasileiro, melhor roteiro original, melhor atriz e melhor letra e música. Ao lado de Elton Towersey, teve seu trabalho como compositor do espetáculo reconhecido ao receber o troféu de melhor letra e música.

Em agosto do mesmo ano, realizou a estreia da montagem profissional de O Mágico Di Ó - Um Clássico em Forma de Cordel, onde assinou pela autoria do texto e foi responsável por interpretar o personagem Osvaldo.[7] O espetáculo, que ficou em cartaz no Teatro João Caetano, em São Paulo, narra a saga de retirantes nordestinos que fogem da seca no sertão rumo à São Paulo na esperança de uma nova vida. A peça contou ainda com a direção do ator e cantor Ivan Parente e de Daniela Stirbulov, com um elenco formado por Luiza Porto, Elton Towersey, Lui Vizotto, Thiago Sak, Diego Rodda, Renata Versolato e Renan Rezende, que ficou responsável por alternar o papel do protagonista com Vitor Rocha. Durante a temporada de O Mágico di Ó, aconteceu no TADA! Theatre, em Nova Iorque,[8] a estreia de Out Of Water - A Brazilian Pocket Musical, versão em inglês da peça Cargas D’Água.

Em outubro, realizou a terceira temporada paulista do espetáculo Cargas D’Àgua - Um Musical de Bolso, dessa vez no palco Teatro Viradalata, seguida por uma temporada no Rio de Janeiro, no mês de novembro. A estreia em São Paulo, ocorreu simultaneamente com a segunda montagem de Out Of Water realizada no Camden People's Theatre, em Londres.[9] Em 2020 fará sua estreia no cinema nacional como ator e roteirista no filme O Mágico Di Ó, produzido e dirigido por Pedro Vasconcelos, as filmagens aconteceram em Cabaceiras (Paraíba) e São Paulo em 2019.

Filantropia[editar | editar código-fonte]

Vitor Rocha foi responsável pela fundação de alguns projetos culturais em Jacutinga, como a Academia Jacutinguense de Letras e o Projeto Pardalzinho, que incluía voluntariamente aulas de teatro na grade escolar do ensino fundamental.

Em 2016, deu início ao Projeto Casusbelli, um projeto social e de literatura que através de crowdfunding publicou independentemente o livro Casusbelli. A iniciativa foi responsável por reunir diversos artistas, atletas, personalidades e até mesmo grandes empresas em prol de crianças de ONGs e escolas rurais. Mais mil crianças dos estados de Minas Gerais e São Paulo receberam material escolar de qualidade através desse projeto e a história do livro se tornou uma peça teatral, Casusbelli - O Musical, escrito em parceria com o compositor Elton Towersey.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Ano Filme Diretor Papel
2020 O Mágico Di Ó Pedro Vasconcelos Roteirista/Personagem: Osvaldo

Teatro[editar | editar código-fonte]

Ano Espetáculo Papel/Função Local
2019/2020 O Mágico Di Ó - Um Clássico em Forma de Cordel Personagem: Osvaldo/Autor, letrista e produtor São Paulo
2019 Out Of Water - A Brazilian Pocket Musical Autor, letrista, co-compositor Nova Iorque e Londres
Se Essa Lua Fosse Minha Personagem: Pirulito/Autor, co-letrista e produtor São Paulo
2018/2019 Cargas D'Àgua - Um Musical de Bolso Personagem: Charles/Autor, co-compositor, diretor e produtor São Paulo

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Trabalho Resultado
2018 Prêmio Bibi Ferreira Revelação Cargas D'Àgua - Um Musical de Bolso Venceu
Letra e Música Original Indicado
Prêmio Reverência Roteiro Original
Prêmio Destaque Imprensa Digital Venceu
Broadway World: Brazil Regional Awards
Prêmio Brasil Musical Ator Revelação Indicado
Prêmio Aplauso Brasil de Teatro Trilha Sonora Original
2019 Prêmio Bibi Ferreira Roteiro Original Se Essa Lua Fosse Minha
Letra e Música Original Venceu
Prêmio Destaque Imprensa Digital Roteiro Original Indicado
Broadway World: Brazil Regional Awards
Letra e Música Original
Prêmio Arcanjo de Cultura Teatro

Referências

  1. «Aos 21 anos, Vitor Rocha é revelação no palco dos musicais - Cultura». Estadão. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  2. «Projeto Casusbelli ajuda colorir vida de centenas de crianças». Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  3. «'Cargas D'Água – Um Musical de Bolso' tem forte influência regional brasileira». Rede Globo. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  4. Amorim, William (26 de setembro de 2018). «No Prêmio Bibi Ferreira, 'Cantando na Chuva' se sagra vencedor - Cultura - iG». Gente. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  5. «Se Essa Lua Fosse Minha». Cena Musical. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  6. «7º Prêmio Bibi Ferreira». Consultado em 4 de outubro de 2019 
  7. «Magico Di Ó estreia em São Paulo». Revista 29 Horas. 8 de agosto de 2019. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  8. «Estreia Out Of Water em Nova York». Istoé. 10 de agosto de 2019. Consultado em 4 de outubro de 2019 
  9. Santi and Leite, Patricia and Carolina (24 de setembro de 2019). «Out Of Water estreia em Londres». Kickstarter. Consultado em 4 de outubro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]