Vitor Rocha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vitor Rocha
Nascimento 13 de outubro de 1997 (21 anos)
Nacionalidade brasileira
Ocupação ator, diretor, escritor e compositor

Vitor Rocha (Pouso Alegre, 13 de Outubro de 1997) é um ator, diretor, escritor e compositor do teatro musical brasileiro.[1] Seu trabalho mais conhecido é o espetáculo "Cargas D'Àgua - Um Musical de Bolso" [2], seu primeiro musical profissional, que lhe rendeu diversas indicações a prêmios de teatro como Premio Bibi Ferreira, Premio Reverência, Prêmio Aplauso Brasil, Prêmio Destaque Imprensa Digital[3] e Prêmio Brasil Musical. Por este trabalho também se consagrou o primeiro autor a receber um Prêmio Bibi Ferreira na categoria Revelação.[4] Além de outros espetáculos é autor do livro "Casusbelli" e fundador do projeto social homônimo que une artistas em prol de crianças de ONGs e escolas rurais. [5]

Biografia e Carreira[editar | editar código-fonte]

Em Jacutinga, cidade onde foi criado, iniciou sua carreira na arte através do teatro e ainda criança pela Cia. Amistad & Alegria, onde atuou em montagens de diversos espetáculos como "Os Saltimbancos", "Romão & Julinha", "Dom Casmurro", etc. Pelo mesmo grupo recebeu 5 indicações e venceu 4 prêmios “melhor ator” no festival mineiro estudantil de teatro “FESTEJAC”. Se formou ator em Campinas pela Teatro Escola Macunaíma onde  atuou nos espetáculos “Sonho de Uma Noite de Verão”, “Marat/Sade”, “O Inspetor Geral”, “Joanas” e por fim na primeira montagem, ainda acadêmica, do musical de sua autoria “Comitiva Esperança”, dirigida por Wanderley Martins.

Em Minas, além de atuar também dirigiu os espetáculos de sua autoria “O Mágico Di Ó”, “Romeu & Julieta & Rosalina” e “O Meu Coração de Giz & A Rainha Maria Beatriz”, e foi responsável pela fundação de alguns projetos culturais como a Academia Jacutinguense de Letras e também a criação do Projeto Pardalzinho, um projeto que voluntariamente incluía aulas de teatro na grade escolar de alunos do ensino fundamental.

Em 2016 deu início ao Projeto Casusbelli, um projeto social e de literatura que através de crowdfunding publicou independentemente o seu livro “Casusbelli”. Esse projeto responsável por unir diversos artistas, atletas, personalidades e até mesmo grandes empresas, em prol de crianças de ONGs e escolas rurais. Mais 1 mil crianças dos estados de Minas Gerais e São Paulo já receberam material escolar de qualidade através desse projeto desde 2016 e a história do livro já foi anunciada em forma de peça. "Casusbelli - O Musical", escrito em parceria com o compositor Elton Towersey, no entanto, não tem previsão de estreia divulgada até hoje.

Em 2018 fez sua estreia no teatro musical profissional em São Paulo, atuando, dirigindo, escrevendo e, ao lado de Ana Paula Villar, compondo o espetáculo “Cargas D’Àgua - Um Musical de Bolso”. O musical foi sucesso de público e crítica fazendo 2 temporadas na capital paulista e uma turnê pelo interior do Brasil. Pelo seu trabalho como autor/compositor foi indicado ao Premio Bibi Ferreira (venceu), Prêmio Reverência, Prêmio Aplauso Brasil, Prêmio Destaque Imprensa Digital (venceu) e também eleito o melhor roteiro de teatro musical de 2018 pelo Broadway World Regional Awards. Como ator teve o seu trabalho indicado na categoria Ator Revelação no Prêmio Brasil Musical. Sua vitória no Prêmio Bibi Ferreira o consagrou o primeiro autor a receber a o troféu da categoria revelação e o Manto de Marília.


Em 2019 irá encenar o musical autoral "Se Essa Lua Fosse Minha" e também anunciou uma nova montagem do texto "O Mágico Di Ó" em São Paulo e com direção do ator e cantor Ivan Parente.

Referências

  1. «Aos 21 anos, Vitor Rocha é revelação no palco dos musicais - Cultura». Estadão. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  2. «'Cargas D'Água – Um Musical de Bolso' tem forte influência regional brasileira». Rede Globo. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  3. «Prêmio Destaque Imprensa Digital divulga escolhidos e se consolida no mercado dos musicais». Ubiratan Brasil. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  4. Amorim, William (26 de setembro de 2018). «No Prêmio Bibi Ferreira, 'Cantando na Chuva' se sagra vencedor - Cultura - iG». Gente. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
  5. «Projeto Casusbelli ajuda colorir vida de centenas de crianças». Consultado em 11 de janeiro de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Site oficial

Perfil de Vitor Rocha no Instagram