Voo United Airlines 175

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Voo 175 da United Airlines)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Voo United Airlines 175
Acidente aéreo
Colisão do voo 175 da United Airlines contra a torre sul (à esquerda) do World Trade Center.
Sumário
Data 11 de Setembro de 2001
Causa Sequestro aéreo
Local Estados Unidos World Trade Center, Nova Iorque, Estados Unidos.
Origem Aeroporto Internacional de Logan, Boston, Estados Unidos.
Destino Aeroporto Internacional de Los Angeles, Estados Unidos.
Passageiros 56
Tripulantes 9
Mortos 65
Feridos 0
Sobreviventes 0
Aeronave
Modelo Boeing 767-222
Operador Estados Unidos United Airlines
Prefixo N612UA
Primeiro voo 27/01/1983

O voo United Airlines 175 foi um voo utilizado nos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001. O voo saiu do Aeroporto Internacional Logan em Boston, Massachusetts em direção ao Aeroporto Internacional de Los Angeles em Los Angeles, Califórnia. No dia 11 de Setembro de 2001, o Boeing 767-222, da companhia United Airlines, prefixo N612UA foi sequestrado e caiu em Nova Iorque durante os atentados do 11 de Setembro. Ele foi o segundo avião a ser sequestrado naquela manhã e a colidir no World Trade Center. Foi um incidente registrado ao vivo pela televisão. Dessa maneira, a notícia se espalhou por todo o mundo e seu desenrolar foi acompanhado por milhões. Anteriormente a ele, o voo 11, da companhia American Airlines, havia se chocado com o topo da torre 17 minutos antes.

A aeronave[editar | editar código-fonte]

A aeronave Boeing 767-200 de registro N612UA no Aeroporto Internacional de San Francisco em 1999.

A aeronave envolvida no incidente foi um Boeing 767-200, registro N612UA, construído em 1983,[1] com capacidade para 168 passageiros (10 na primeira classe, 32 na classe executiva e 126 na econômica, no dia do acidente o avião carregava 56 passageiros.

Sequestradores[editar | editar código-fonte]

Marwan al-Shehhi, o líder e piloto

Havia cinco sequestradores a bordo do voo 175, sendo:

O voo[editar | editar código-fonte]

Trajeto do voo 175 da United de Boston a Nova Iorque
Parte da fuselagem no telhado do 5 World Trade Center.

O voo 175 foi programado para partir às 08h00min EDT do portão 26 às 07h59min. Devido aos atrasos no pátio, o voo partiu da pista de decolagem às 08h14min. O voo tinha sido programado para partir 15 minutos mais cedo, provavelmente um sequestro em torno do mesmo horário que o voo 11.

O voo foi pilotado pelo capitão Victor Saracini, com Michael Horrocks como primeiro oficial. Às 08h37min:08, o controle de voo perguntou aos pilotos do UA175 se poderiam ver o voo 11 da American Airlines no seu alcance de visão, e a resposta era afirmativa. Foram requisitados a manter a distância do voo a partir do momento que sabiam se tratar de um sequestro. Aproximadamente 7 minutos mais tarde, o voo 175 foi sequestrado também.

Às 09h03min, o voo 175 foi jogado contra a face sul da Torre 2 (Torre Sul) do World Trade Center viajando a aproximadamente 950 km/h (590 mph)[2] e acertando entre os andares 48 e 57 com aproximadamente 10.000 galões do combustível de jato. Havia 56 passageiros a bordo (incluindo os 5 sequestradores) e outros 9 membros do grupo, nenhuma pessoa sobreviveu. Centenas foram mortas dentro da torre com suas explosões, fogo e posterior colapso. Ao redor 600 pessoas foram mortas imediatamente ou isoladas acima dos andares do impacto na Torre Sul (2 WTC).

De acordo com testemunhas oculares e vídeos amadores, o avião pareceu executar uma volta para a esquerda nos momentos finais. Estima-se que a razão para isso foi o receio do sequestrador de colidir contra um helicóptero, que se encontrava acima da Torre Norte, tentando salvar alguns possíveis sobreviventes. A imagem do impacto foi gravada por várias emissoras de televisão ao vivo e vídeos de amadores.

Alguns restos do avião foram recuperados próximos do atentado, incluindo o trem de pouso encontrado no alto de um edifício a oeste de um parque da Broadway, um motor foi encontrado no cruzamento das ruas Church e Murray, além de uma parte da fuselagem no alto do 5 World Trade Center.

Às 09h59min:04 a Torre Sul do World Trade Center desmoronou, vista e ouvida por milhões de pessoas por todo o mundo. Esteve de pé 56 minutos e 10 segundos após o impacto do voo 175.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. https://web.archive.org/web/20070929134640/http://www.ntsb.gov/ntsb/GenPDF.asp?id=DCA01MA063&rpt=fi
  2. National Transportation and Safety Board (7 de fevereiro de 2002). «Radar Data Impact Speed Study» (PDF). NTSB. p. 2. Consultado em 29 de dezembro de 2010. Arquivado do original (PDF) em 19 de dezembro de 2007