Vulgar Display of Power

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vulgar Display of Power
Álbum de estúdio de Pantera
Lançamento 25 de fevereiro de 1992
Gravação Pantego Sound Studio
Pantego, Texas, EUA
Gênero(s) Groove metal, thrash metal
Duração 52:45
Idioma(s) inglês
Gravadora(s) Atco
Produção Terry Date
Cronologia de Pantera
Cowboys from Hell
(1990)
Far Beyond Driven
(1994)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
allmusic 4.5 de 5 estrelas.[1]

Vulgar Display of Power é o sexto álbum de estúdio da banda de heavy metal norte-americana Pantera. Ele marca o groove metal[2] como gênero definitivo da banda.

Um dos álbuns mais influentes da década de 1990, Vulgar Display of Power é um marco na definição do gênero thrash metal. Muitas das canções mais conhecidas da banda vieram deste álbum, como "Fucking Hostile", "Mouth for War", "This Love" e "Walk", esta última tendo alcançado o 35º lugar das paradas britânicas. É o primeiro álbum da banda a estampar o selo Parental Advisory.

Durante a década de 1990, o programa Headbangers Ball da MTV usou trechos de canções do álbum como tema de abertura, de quadros e de encerramento. Talvez o trecho mais famoso seja o grito "hostile" de Phil Anselmo, tirado do final de "Fucking Hostile". "Rise", "Regular People" e "Mouth for War" tiveram versões gravadas pelo produtor de jogos Robert Prince para o videogame de tiro em primeira pessoa Doom, e uma versão de "This Love" apareceu em Doom II.[3]

O título do álbum vem de uma frase do filme O Exorcista, de 1973. Quando o padre Damien Karras sugere que Regan MacNeil (ou o demônio que a possui) rompa suas amarras usando sua força maligna, Regan responde: "that's much too vulgar a display of power" ("isso seria uma demonstração de poder muito vulgar").[4]

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Duração
1. "Mouth for War"   3:56
2. "A New Level"   3:57
3. "Walk"   5:15
4. "Fucking Hostile"   2:49
5. "This Love"   6:32
6. "Rise"   4:36
7. "No Good (Attack the Radical)"   4:50
8. "Live in a Hole"   4:59
9. "Regular People (Conceit)"   5:27
10. "By Demons Be Driven"   4:39
11. "Hollow"   5:45

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical (1992) Melhor
posição
UK Albums Chart 64[5]
U.S. Billboard 200 44[6]
Parada musical (1993) Melhor
posição
German Albums Chart 69[7]
Parada musical (1997) Melhor
posição
Japan Oricon Chart 54[8]
Parada musical (2012) Melhor
posição
Belgian Albums Chart (Wallonia) 196[9]

Certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificações Data Vendas certificadas
U.S. (RIAA) Ouro[10] 9 de Fevereiro de 1993 500,000
U.S. (RIAA) Platina[10] 7 de Novembro de 1997 1,000,000
U.S. (RIAA) 2× Platina[10] 7 de Julho de 2004 2,000,000
Canadá (Music Canada) Ouro[11] 24 de Agosto de 1993 50,000
UK (BPI) Ouro[12] 18 de Novembro de 2004 100,000
Austrália (ARIA) Platina[13] 70,000

Referências

  1. Steve Huey. «Vulgar Display of Power - Pantera : Songs, Reviews, Credits, Awards : AllMusic» (em inglês). allmusic.com. Consultado em 27 de março de 2013. 
  2. Amy Sciarretto. «Top 11 Metal Albums of the 1990s» (em inglês). Loudwire. Consultado em 27 de março de 2013. 
  3. Doom & Doom II soundtrack. DoomWorld.
  4. Memorable quotes for The Exorcist. IMDb.
  5. «Pantera». Official Charts Company. Consultado em 23 de maio de 2012. 
  6. Gráfico ilegal entrouall «Artist Chart History - Pantera > Albums» Verifique valor |url= (ajuda). Billboard.com. Consultado em 24 de outubro de 2008. 
  7. «Chartverfolgung / Pantera / Longplay» (em German). Musicline.de. Consultado em 24 de outubro de 2008. 
  8. «Pantera». Oricon. Consultado em 24 de maio de 2012. 
  9. «Pantera - Vulgar Display of Power». Ultratop. Consultado em 13 de agosto de 2012. 
  10. a b c «RIAA searchable database». RIAA. Consultado em 24 de maio de 2012. 
  11. «Gold and Platinum search». Music Canada. Consultado em 24 de maio de 2012. 
  12. «Certified Awards Search». BPI. Consultado em 24 de maio de 2012. 
  13. «Accreditation - 1997 Albums». ARIA Charts. Consultado em 10 de julho de 2012. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]