WWE Video Library

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A videoteca da WWE (conhecida como WWE Video Library) é a maior coleção de vídeos de wrestling profissional do mundo.[1] Ela compreende não só metragens atuais e passadas da WWE (antes conhecida como World Wrestling Federation e World Wrestling Entertainment), mas também trabalhos de promoções de wrestling profissional a partir da década de 1940.[2] Em 2010, a videoteca dispunha de 100,000 horas de conteúdo, incluindo programas de televisão semanais, eventos em pay-per-view e eventos não-televisionados gravados.[1] A coleção representa uma parte significante da história visual do wrestling profissional na América do Norte. A WWE disponibilizou parte da videoteca em VHS, DVDs, blu-rays, pelo serviço WWE Classics on Demand, e pela futura WWE Network.

Gravações da WWE[editar | editar código-fonte]

Essa videoteca inclui material presente e passado da WWE, a partir da década de 1950, incluindo outras formas da companhia:

Mesmo não sendo conteúdo do wrestling, a videoteca também inclui imagens de várias produções da WWF/E, incluindo o desenho Hulk Hogan's Rock 'n' Wrestling, o filme No Holds Barred, a World Bodybuilding Federation (1990-1992), a XFL (2001), e todos os filmes produzidos pela WWE Films.

Compras não relacionadas à WWE[editar | editar código-fonte]

Por anos, a WWE compra videotecas de promoções falidas. A primeira compra significante aconteceu em 2001, quando comprou todos os arquivos da World Championship Wrestling.[3] A compra dos arquivos da Extreme Championship Wrestling em 2003[4] deu à WWE direito sob a maioria do material disponível na época.

↑* Antigo território de desenvolvimento da WWE
↑** Angelo e Mario Savoldi, antes donos da International World Class Championship Wrestling, detém os direitos de todo o material pós-1988 da WCCW.[5]

National Wrestling Alliance[editar | editar código-fonte]

Durante sua história, WWE teve uma longa relação com a National Wrestling Alliance (NWA). Por muitas décadas, até a metade da década de 1980, a NWA controlava a maioria das promoções regionais. A WWE (como Capitol Wrestling) foi membra da NWA entre 1952 e 1963, e novamente (como the WWWF) entre 1971 e 1983.

Jim Crockett Promotions foi parte da NWA por sua existência inteira, controlando maior parte das promoções regionais. A Crockett Promotions se fundiu a WCW na década de 1980. A WCW deixou a NWA em 1993. A WWE possui uma vasta coleção de material da NWA.

Condições[editar | editar código-fonte]

A maioria das promoções não salvou ou gravou parte do material televisivo até a década de 70. Muitas promoções gravavam material novo em cima do antigo.

O material da World Championship Wrestling não estava etiquetado ou categorizado.[6] A má condição de algumas fitas da WCW não permite que a WWE as exiba no WWE Classics on Demand.[7]

Edição[editar | editar código-fonte]

WWE possui as master tapes de todo o conteúdo da videoteca, no entanto, devido a um processo movido pela World Wide Fund for Nature pelo direito sob as iniciais "WWF", a WWE não pode utilizar a sigla ou o logotipo antigo, usado entre 1998 e 2002.[8] Como resultado, qualquer menção à sigla ou imagens do logotipo são editados e deletados.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «WWE Amasses 80,000 Hours Of Content» (Nota de imprensa). WWE. 5 de junho de 2006. Consultado em 20 de fevereiro de 2008 
  2. a b c d «Video Library». TV Shows > WWE 24/7 On Demand. WWE. Consultado em 20 de fevereiro de 2008 
  3. a b «WWE Entertainment, Inc. Acquires WCW from Turner Broadcasting» (Nota de imprensa). WWE. 23 de março de 2001. Consultado em 21 de fevereiro de 2008 
  4. a b «WWE Launches ECW As Third Brand» (Nota de imprensa). WWE. 25 de maio de 2006. Consultado em 21 de fevereiro de 2008 
  5. a b «Has Kevin Von Erich sold the WCCW videotape library to Vince McMahon and WWE?». WCCW Frequently Asked Questions. World Class Memories. Consultado em 16 de maio de 2008 
  6. Storm, Lance. «Part One: Lance's Thoughts». Book Marks - The Death of WCW. Storm Wrestling. Consultado em 28 de fevereiro de 2008 
  7. «June 9, 1997». The Monday Night Wars. WWE Classics on Demand 
  8. «World Wrestling Federation Entertainment Drops The "F" To Emphasize the "E" for Entertainment» (Nota de imprensa). corporate.wwe.com. 6 de maio de 2002. Consultado em 9 de setembro de 2007