Zé da Velha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zé da Velha
Zé da Velha em 2009 (foto:Otávio Nogueira/Flickr)
Informação geral
Nome completo José Alberto Rodrigues Matos
Nascimento 4 de abril de 1942 (76 anos)
Origem Aracaju, SE
Nacionalidade brasileiro
Gênero(s) Choro
Ocupação(ões) Trombonista, músico
Instrumento(s) Trombone

José Alberto Rodrigues Matos (Aracaju, 4 de abril de 1942) é um trombonista brasileiro, conhecido como um dos maiores solista de choro do Brasil.

Começou a tocar trombone aos 15 anos de idade influenciado pelo pai. Em 1958, ficou conhecido pelo pseudônimo Zé da Velha por tocar trombone de vara ao lado de Pixiguinha, Donga e João da Baiana na época do conjunto da Velha-Guarda antes da extinção do grupo. Acompanhou Jacob do Bandolim em 1965[1]

Ao longo de sua carreira, já tocou com Paulo Moura, Beth Carvalho, Martinho da Vila,[2] Luiz Melodia, Tim Maia e Elza Soares.[3]

Referências

  1. «Zé da Velha». Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira. Consultado em 17 de maio de 2014 
  2. «Zé da Velha (José Alberto Rodrigues Matos)». Revivendo Musicas. Consultado em 17 de maio de 2014 
  3. «Zé da Velha e Silvério Pontes». Instrumental SESC Brasil. Consultado em 17 de maio de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre músico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.