A Sétima Vítima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Sétima Vítima
A Sétima Vítima (PT/BR)
 Estados Unidos
1943 • pb • 71 min 
Direção Mark Robson
Produção Val Lewton
Roteiro DeWitt Bodeen
Charles O'Neal
Elenco Tom Conway
Jean Brooks
Isabel Jewell
Kim Hunter
Idioma inglês
Distribuição RKO Radio Pictures
Lançamento Estados Unidos 21 de agosto de 1943
Página no IMDb (em inglês)

A Sétima Vítima (do original The Seventh Victim) é um filme estadunidense do gênero terror e filme noir, estrelado por Tom Conway, Jean Brooks, Isabel Jewell, Kim Hunter (em sua estréia no cinema), e Hugh Beaumont, dirigido Mark Robson, e produzido por Val Lewton para a RKO Radio Pictures. O filme conta a história de uma jovem (Kim Hunter) que procura por sua irmã desaparecida em Nova York e acaba encontrando uma seita satânica.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Mary (Kim Hunter) procura por sua irmã Jacqueline (Jean Brooks), que deixou de visitá-la e parou de pagar as mensalidades escolares há vários meses. A direção do colégio diz que Mary somente poderia continuar a estudar ali se trabalhasse para a escola, a fim de pagar por seus estudos.

Mary decide deixar a escola e tentar encontrar sua irmã. Ela retorna a Nova York, onde descobre que Jacqueline vendera seu negócio de cosméticos oito meses antes. Ela localiza o apartamento que a irmã alugava, e encontra lá apenas uma cadeira e um laço de enforcamento pendurado do teto. Sabendo que sua irmã jamais cometeria suicídio, Mary se torna ainda mais ansiosa e determinada para encontrá-la.

Sua investigação, auxiliada por um detetive particular que acaba assassinado (Lou Lubin), a leva ao marido secreto de Jacqueline, Gregory Ward (Hugh Beaumont), a um poeta falido (Erford Gage) e ao misterioso psiquiatra Dr. Judd (Tom Conway).

Dr. Judd a ajuda a localizar sua irmã, que havia escapado de uma seita satânica. Durante as investigações Ward se apaixona por Mary, sua cunhada. Enquanto isso, Jacqueline é sequestrada por membros da seita que insistem em matá-la, pois as regras indicam que qualquer um que conte esse segredo deverá morrer. Ela seria a sétima pessoa condenada por esta regra, dai o título do filme.

Entretanto, o culto tem regras contra a violência, e a decisão é que Jacqueline deveria retirar a própria vida. Quando ela se recusa, os membros da seita a deixam ir, apenas para ser perseguida na rua por um assassino. Ela escapa e retorna ao apartamento de Mary, próximo ao seu. Antes que pudesse entrar em casa, ela encontra sua vizinha, uma jovem muito doente (Elizabeth Russell). A moça diz temer a morte, mas também estar cansada do marasmo e do medo. Ela havia decidido passar a noite fora antes de morrer.

Jacqueline, perdendo a vontade de viver, entra no apartamento e se mata. A doente anda pela escada vestida para passar a noite fora, ouve um estalo, mas nada faz a respeito.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Notas sobre o elenco

Ligações externas[editar | editar código-fonte]