Abobra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaAbobra
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Cucurbitales
Família: Cucurbitaceae
Género: Abobra
Naudin.
Espécie: A. tenuifolia
Nome binomial
Abobra tenuifolia
(Gillies) Cogn.

Abobra é um gênero de abóbora, nativa da América do Sul (Argentina, Brasil e Uruguai), cultivada para efeitos ornamentais e para produção dos seus frutos, vermelho-vivos, que são comestíveis, não só nesta região, mas também na Europa.

Alguns autores consideram a existência de duas espécies, Abobra viridiflora Naudin, de flores verdes, e Abobra tenuifolia (sinônimo de Bryonia tenuifolia Hook.&Arn., de flores vermelhas, mas outros consideram estes nomes como sinônimos.[1]

São conhecidas pelos nomes vulgares de abobrinha (Brasil), brionia del Uruguay e, por vezes, tayuya, embora este nome pertença mais propriamente a uma espécie aparentada, a Cayaponia tayuya, nativa da região amazônica.

Descrição[editar | editar código-fonte]

É uma trepadeira perene que pode atingir 3,5 m e é uma planta dioica (cada planta só dá flores de um sexo). As flores, que se desenvolvem em Julho-Agosto, são vermelhas e perfumadas.

A planta prefere solos arenosos a argilosos, mas com boa drenagem. Não se desenvolve à sombra.

Referências