Adolf Hyła

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Adolf Hyła
Nome completo Adolf Hyła
Nascimento 2 de maio de 1897
Bielsko-Biała
Morte 24 de dezembro de 1965 (68 anos)
Cracóvia
Nacionalidade polaca
Ocupação pintor
Influências
Principais trabalhos imagem da Divina Misericórdia

Adolf Hyła (Bielsko-Biała, 2 de maio de 1897Cracóvia, 24 de dezembro de 1965) foi um pintor e professor de arte polaco. Tornou-se conhecido por pintar uma famosa versão da imagem da “Divina Misericórdia” em 1943. Hyła era filho de Józef e Salomea, e irmão do escultor Antoni Hyła (1908-1975), casou-se em 1929 com Maria Zalipska.

Adolf Hyła frequentou a escola em Cracóvia entre os anos de 1903 e 1912, depois mudou-se para Khyriv, onde cursou a universidade, graduando-se em 1917. Estudou pintura figurativa com Jacek Malczewski. Dedicou-se principalmente à arte religiosa, tendo feito sua formação reproduzindo obras de Rafael Sanzio, Leonardo da Vinci e Carlo Dolci entre outros.

Entre 1918 e 1920, Hyła serviu intermitentemente ao exército polonês, tendo trabalhado como desenhista no escritório Kilimkarnia da União Industrial de Cracóvia. Em 1922, ele estudou história da arte e filosofia na Universidade Jaguelônica, ensinou desenho numa escola secundária em Będzin de 1920 a 1936 e em Cracóvia de 1936 a 1939 e entre 1945 e 1948, também lecionou na Universidade Nicolau Copérnico de Toruń por volta de 1934.[1]

Até a eclosão da Segunda Guerra Mundial, suas obras foram exibidas regularmente na região de Dąbrowski e em exposições organizadas pela Sociedade de Artistas e Escritores de Sosnowiec, da qual era membro e também em Katowice.

Foi autor de obras como São José e Coração de Jesus (altar principal) que estão na Igreja dos Jesuítas de Poznań; José com o Menino e Santa Tereza para a famosa Igreja da Santa Cruz de Varsóvia; para Zgromadzenie Sióstr Najświętszej Duszy Chrystusa Pana (a Congregação das Irmãs da mais Sagrada Alma de Cristo Senhor) de Prądnik (distrito de Cracóvia) pintou imagens de Cristo e São Jerônimo feitas para o professor e sacerdote Jan Czuja de Varsóvia. [2]

Hyła pintou a imagem da Divina Misericórdia, revelada a Santa Faustina, para o Santuário da Divina Misericórdia de Cracóvia como forma de agradecimento por ter sobrevivido à Segunda Guerra Mundial. A imagem foi produzida cinco anos depois da morte da santa Faustina Kowalska (1905-1938) sob a direção de seu confessor Józef Andrasz e é baseada na imagem pintada por Eugeniusz Kazimirowski que seguiu orientações diretas de Santa Faustina e seu confessor Michał Sopoćko.[3]

A versão inicial de Adolf Hyła tinha uma paisagem campestre ao fundo da imagem de Cristo, mas foi considerada “não-litúrgica” e por isso foi retirada da composição. A imagem da Divina Misericórdia foi reproduzida cerca de 100 vezes pelo próprio Hyła e podem ser encontradas espalhadas pela Polônia e pelo exterior, em países como Brasil, Inglaterra, Áustria, França, Itália, Estados Unidos, Canadá, Uganda, Rodésia, Austrália e países da Ásia.

Quando o então Arcebispo de Cracóvia, Karol Wojtyła iniciou as preparações para o processo de beatificação de Faustina Kowalska, Hyła cedeu os direitos autorais de seu Jesus Misericordioso para o Santuário da Divina Misericórdia de Cracóvia. Ele queria que a receita gerada pelos direitos autorais ajudassem a financiar para o processo de beatificação de Faustina, mas morreu em 1965, aos 68, dois anos antes do início do processo de beatificação de Faustina.[4]

Adolf Hyła também pintou diversos retratos, entre eles o da sua própria esposa, o de santo Albert Chmielowski, do estadista Józef Piłsudski e de Capuchinhos de sua região, pintou também uma série de paisagens que incluíram o Fórum Romano (1931), a igreja de Obidowa (1934), a montanha Świnica e o lago Czarny Staw Gąsienicowy (1936), o vale Kościeliska (1947), o litoral de Orłowo (1947) e de Sopot (1958) [1]

Referências

  1. a b Słownik artystów polskich i obcych w Polsce działających, Wrocław 1979 (em polonês), acessado em 10 de agosto de 2012.
  2. Hyła Adolf Kazimierz – artysta, malarz
  3. A Divine Mercy Resource by Richard Torretto, 2010, ISBN 1-4502-3236-1, p. 88.
  4. Skowrońska, Małgorzata (April 14, 2012), Malarz, motocyklista. Jego obraz poznał cały świat (em polonês), acessado em 10 de agosto de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Słownik artystów polskich i obcych w Polsce działających, Wrocław 1979 (em polonês), acessado em 10 de agosto de 2012.
  • Hyła Adolf Kazimierz – artysta, malarz
  • A Divine Mercy Resource by Richard Torretto, 2010, ISBN 1-4502-3236-1, p. 88.
  • Skowrońska, Małgorzata (April 14, 2012), Malarz, motocyklista. Jego obraz poznał cały świat (em polonês), acessado em 10 de agosto de 2012.