Aitofel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aitofel era o conselheiro pessoal do rei David, de Israel, segundo a Bíblia.[1] Alguns textos, como o Talmude,[2] supõem que o traidor, mencionado por David no Salmo 55: mas sem nome, que era um homem igual a ele, seu companheiro e seu amigo intimo,[3] fosse Aitofel.[2] [4]

Natural de Giló,[1] [5] nas colinas de Judá, Aitofel foi pai de um dos poderosos de David, Eliã,[5] que possivelmente era o pai de Bate-Seba.[6]

Este conselheiro, antes íntimo, tornou-se traidor e juntou-se a Absalão, filho de David, num golpe contra o rei.[1] Segundo alguns autores, o motivo para a traição de Aitofel foi a desonra que o rei Davi havia feito à sua neta Bate-Seba.[7] Como um dos cabecilhas da rebelião, aconselhou Absalão a violar as concubinas de David, em público, como um gesto para mostrar a Israel sua rebeldia,[8] e pediu permissão para organizar um exército de 12.000 homens para procurar David, a fim de o matar.[9]

Segundo a Bíblia, Deus frustrou esta trama, e Absalão, em vez de seguir os conselhos de Aitofel, seguiu os conselhos de Husai, o arquita,[10] que estava secretamente aliado a David.[11] Vendo que seus conselhos não eram seguidos, ele voltou para sua cidade, pôs em ordens seus negócios, enforcou-se, e foi sepultado junto aos seus antepassados.[12]

Na Divina Comédia, Aitofel é citado quando Dante Alighieri menciona que Bertran de Born está no nono círculo do Inferno, pois Bertran foi ainda pior que Aitofel, ao causar uma guerra entre pai e filho.[13]

Referências

  1. a b c II Samuel 15:31
  2. a b Joseph Barclay, O Talmude (1878), Capítulo IV Sacred-texts.com.
  3. Salmos 55:13
  4. Calvino, Comentários, Salmo 55.12-15 Sacred-texts.com.
  5. a b II Samuel 23:34
  6. II Samuel 11:3
  7. Cornel, Lapide, Tirin, etc, citados por Augustin Calmet e Charles Taylor, Calmet's Dictionary of the Holy Bible (1830) [google books]
  8. II Samuel 16:20-23
  9. II Samuel 17:1-4
  10. II Samuel 17:14
  11. II Samuel 15:31-37
  12. II Samuel 17:23
  13. Dante Alighieri, Divina Comédia, Inferno, Canto XXVIII [wikisource]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Árvore genealógica baseada nas conjecturas mencionadas no texto. Os filhos de Bate-Seba estão em I Crônicas 3.5, a mãe de Absalão em 3.2, e a irmã de Absalão em 3.9:
 
 
 
 
 
 
 
 
Aitofel
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Eliã
 
 
 
 
 
Jessé
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Urias, o heteu
 
 
 
 
Bate-Seba
 
 
 
 
 
Rei Davi
 
 
 
 
Maacá
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Siméia
 
Sobabe
 
Natã
 
Salomão
 
Absalão
 
Tamar
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.