Al-Suhayli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abd Allah al-Suhayli
Nome completo Sidi Abu al-Qasim Abd al-Rahman b. Abd Allah al-Suhayli
Conhecido(a) por ser um dos "Sete Santos de Marraquexe"
Nascimento 1114
 Espanha, Fuengirola
Morte 1185 (71 anos)
 Marrocos, Marraquexe
Ocupação erudito, teólogo, jurista
Principais trabalhos Raud al-Unuf (comentário sobre a biografia de Maomé de Ibn Hisham)
Religião Islão
Mausoléu de Sidi Souhaeil em Marraquexe

Abd Allah al-Suhayli ou Sidi Souhaeil, nome completo: Sidi Abu al-Qasim Abd al-Rahman b. Abd Allah al-Suhayli (Fuengirola, 1114Marraquexe, 1185) foi um ulemá (erudito) sufista e autor de livros sobre gramática e direito islâmico, que nasceu em Suhayl (atual Fuengirola), no Al-Andalus (Ibéria muçulmana), e morreu em Marraquexe. É um dos Sabatu Rijal (Sete Santos de Marraquexe) e é conhecido principalmente pelo seu comentário sobre a sira (biografia do Profeta Maomé) de Ibn Hisham, o Raud al-Unuf (título completo: al-Rawḍ al-unuf fī šarḥ al-sīra al-Nabawiyya li-Ibn Hišām. wa-maʿahu al-Sīra al-Nabawiyya).

Outros nomes e grafias: Sidi Suhayli, Abderrahmane Souheili, as-Suhaili, etc. O nome Sidi designa santos muçulmanos.

Al Suhayli foi para Marraquexe cerca de 1182, chamado pelo califa almóada Abu Yusuf Ya'qub al-Mansur. Morreu três anos depois, onde foi sepultado. A sua zaouïa encontra-se num cemitério perto da porta da muralha Bab er Robb, e esconde outra antiga porta chamada Bab Ech Charia, que deu o nome ao cemitério. O mausoléu é visitado por muitos peregrinos e nele só muçulmanos estão autorizados a entrar. O cemitério ocupa o local onde as tropas almóadas de Abd al-Mu'min derrotaram os almorávidas em 1147.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • al-Rawḍ al-unuf fī šarḥ al-sīra al-Nabawiyya li-Ibn Hišām. wa-maʿahu al-Sīra al-Nabawiyya (7 volumes), publicado em 1967. Tradução em alemão por Schaade, Arthur, 1908: Die Kommentare des Suhailī und des Abū Ḍarr zu den Uḥud-Gedichten in der Sīra des Ibn Hišam
  • al-Taʿrīf wa-al-iʿlām li-mā ubhima min al-Qurʾān min al-asmāʾ wa-al-aʿlām, publicado em Beirute em 1987

Nota e referênciass[editar | editar código-fonte]

  • Abderrahmane Souheili (em francês) Portal www.marrakech-ville.com. Visitado em 21 de fevereiro de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • as-Suhaili, A. ar-Raud al-Unuf Fi at-Tafsir as-Sirah. [S.l.: s.n.], ed. 1997.
  • Arias, J. P.. (1995). "Ideas sobre la sinonimia en dos sabios andalusies del siglo VI/XII: al-Suhayli y al-Sarisi" (em espanhol). Miscelánea de estudios árabes y hebraicos 44: 7-24. Arabe. ISSN 0544-408X.
  • Arias, J. P.. (1996). "De los nombres propios, según al-Suhayli (m. 518/1185-6)" (em espanhol). Miscelánea de estudios árabes y hebraicos 45: 25-34. Arabe. ISSN 0544-408X.
  • Baalbaki, R. Expanding the 'amil ma'nawi: Suhayli's innovative approach to the theory of regimen. [S.l.: s.n.], 1999.
  • Kiliçli, Mustafa. Abu’l-Qâsim Abdurrahmân as-Suhayli: His Life & Works. Erzurum: [s.n.], 1990.


Ícone de esboço Este artigo sobre figuras históricas de Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.