Al-Suhayli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Abd Allah al-Suhayli
Nome completo Sidi Abu al-Qasim Abd al-Rahman b. Abd Allah al-Suhayli
Conhecido(a) por ser um dos "Sete Santos de Marraquexe"
Nascimento 1114
Flag of Spain.svg Espanha, Fuengirola
Morte 1185 (71 anos)
 Marrocos, Marraquexe
Ocupação erudito, teólogo, jurista
Principais trabalhos Raud al-Unuf (comentário sobre a biografia de Maomé de Ibn Hisham)
Religião Islão
Mausoléu de Sidi Souhaeil em Marraquexe

Abd Allah al-Suhayli ou Sidi Souhaeil, nome completo: Sidi Abu al-Qasim Abd al-Rahman b. Abd Allah al-Suhayli (Fuengirola, 1114Marraquexe, 1185) foi um ulemá (erudito) sufista e autor de livros sobre gramática e direito islâmico, que nasceu em Suhayl (atual Fuengirola), no Al-Andalus (Ibéria muçulmana), e morreu em Marraquexe. É um dos Sabatu Rijal (Sete Santos de Marraquexe) e é conhecido principalmente pelo seu comentário sobre a sira (biografia do Profeta Maomé) de Ibn Hisham, o Raud al-Unuf (título completo: al-Rawḍ al-unuf fī šarḥ al-sīra al-Nabawiyya li-Ibn Hišām. wa-maʿahu al-Sīra al-Nabawiyya).

Outros nomes e grafias: Sidi Suhayli, Abderrahmane Souheili, as-Suhaili, etc. O nome Sidi designa santos muçulmanos.

Al Suhayli foi para Marraquexe cerca de 1182, chamado pelo califa almóada Abu Yusuf Ya'qub al-Mansur. Morreu três anos depois, onde foi sepultado. A sua zaouïa encontra-se num cemitério perto da porta da muralha Bab er Robb, e esconde outra antiga porta chamada Bab Ech Charia, que deu o nome ao cemitério. O mausoléu é visitado por muitos peregrinos e nele só muçulmanos estão autorizados a entrar. O cemitério ocupa o local onde as tropas almóadas de Abd al-Mu'min derrotaram os almorávidas em 1147.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • al-Rawḍ al-unuf fī šarḥ al-sīra al-Nabawiyya li-Ibn Hišām. wa-maʿahu al-Sīra al-Nabawiyya (7 volumes), publicado em 1967. Tradução em alemão por Schaade, Arthur, 1908: Die Kommentare des Suhailī und des Abū Ḍarr zu den Uḥud-Gedichten in der Sīra des Ibn Hišam
  • al-Taʿrīf wa-al-iʿlām li-mā ubhima min al-Qurʾān min al-asmāʾ wa-al-aʿlām, publicado em Beirute em 1987

Nota e referênciass[editar | editar código-fonte]

  • Abderrahmane Souheili (em francês) Portal www.marrakech-ville.com. Visitado em 21 de fevereiro de 2012.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • as-Suhaili, A. ar-Raud al-Unuf Fi at-Tafsir as-Sirah (em árabe). [S.l.: s.n.], ed. 1997.
  • Arias, J. P.. (1995). "Ideas sobre la sinonimia en dos sabios andalusies del siglo VI/XII: al-Suhayli y al-Sarisi" (em espanhol). Miscelánea de estudios árabes y hebraicos 44: 7-24. Arabe. ISSN 0544-408X.
  • Arias, J. P.. (1996). "De los nombres propios, según al-Suhayli (m. 518/1185-6)" (em espanhol). Miscelánea de estudios árabes y hebraicos 45: 25-34. Arabe. ISSN 0544-408X.
  • Baalbaki, R. Expanding the 'amil ma'nawi: Suhayli's innovative approach to the theory of regimen. [S.l.: s.n.], 1999.
  • Kiliçli, Mustafa. Abu’l-Qâsim Abdurrahmân as-Suhayli: His Life & Works. Erzurum: [s.n.], 1990.


Ícone de esboço Este artigo sobre figuras históricas de Marrocos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.