Alpha Trianguli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
α Trianguli
Dados observacionais (J2000)
Constelação Triangulum
Asc. reta 01h 53m 04,9s[1]
Declinação +29° 34′ 43,7″[1]
Magnitude aparente 3,41[1]
Características
Tipo espectral F5III[2] a F6IV[3]
Cor (U-B) +0,06[1]
Cor (B-V) +0,48[1]
Variabilidade Variável elipsoidal[3]
Astrometria
Velocidade radial -12,6 km/s[1]
Mov. próprio (AR) 10,82 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -234,24 mas/a[1]
Paralaxe 51,50 ± 0,23 mas[1]
Distância 63,3 ± 0,3 anos-luz
19,42 ± 0,09 pc
Magnitude absoluta 1,98[4]
Detalhes
Raio 3,0[3] R
Gravidade superficial 3,91 (log g)[5]
Temperatura 6288[5] K
Metalicidade –0,09[4] a 0,00[5]
Rotação 81,6 km/s[6]
Idade 1,6×109[4] anos
Outras denominações
Ras al Muthallah, Caput Trianguli,[7] 2 Trianguli, HR 544, HD 11443, BD+28 312, FK5 64, HIP 8796, SAO 74996.[1]
Alpha Trianguli
Triangulum constellation map.png

Alpha Trianguli (α Tri, α Trianguli) é uma estrela binária na constelação de Triangulum. É também conhecida pelos nomes tradicionais Ras al Muthallah, Mothallah e Caput Trianguli.[7]

Estimativas da classificação estelar combinada do sistema variam entre F5III[2] e F6IV.[3] A classe de luminosidade 'IV' ou 'III' indica se o componente primário é uma estrela subgigante ou gigante, respectivamente. Alpha Trianguli é uma binária espectroscópica, cujos componentes completam uma órbita ao redor do centro de massa a cada 1,736 dias. Como a estrela primária possui um rápido período de rotação, sua forma provavelmente é de um esferoide oblato (achatada nos polos). A visão elipsoidal da estrela, vista de Terra, varia ao longo de uma órbita causando a luminosidade variar durante o mesmo período.[3] Estrelas assim são chamadas de variáveis elipsoidais.

A magnitude aparente média de +3,41[1] de Alpha Trianguli é brilhante o suficiente para a estrela poder ser vista a olho nu. Ela é a segunda estrela mais brilhante dessa fraca constelação, depois de Beta Trianguli. Medições de paralaxe colocam o sistema a uma distância de 63,3 anos-luz (19,4 parsecs) da Terra. A temperatura efetiva das camadas externas da estrela primária é de 6 288 K,[5] dando a ela um tom branco-amarelado típico de estrela de classe F. Seu raio média é cerca de três vezes o raio solar.[3] Estima-se que o sistema tenha uma idade de 1,6 bilhões de anos.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k SIMBAD query result - V* alf Tri SIMBAD. Visitado em 17/12/2012.
  2. a b Abt, Helmut A. (January 2009), "MK Classifications of Spectroscopic Binaries", The Astrophysical Journal Supplement 180 (1): 117–118, doi:10.1088/0067-0049/180/1/117, Bibcode2009ApJS..180..117A 
  3. a b c d e f Fekel, Francis C.; Warner, Phillip B.; Kaye, Anthony B. (April 2003), "Spectroscopy of Early F Stars: γ Doradus Candidates and Possible Metallic Shell Stars", The Astronomical Journal 125 (4): 2196–2214, doi:10.1086/368239, Bibcode2003AJ....125.2196F 
  4. a b c d Nordström, B. et al. (May 2004), "The Geneva-Copenhagen survey of the Solar neighbourhood. Ages, metallicities, and kinematic properties of ˜14 000 F and G dwarfs", Astronomy and Astrophysics 418: 989–1019, doi:10.1051/0004-6361:20035959, Bibcode2004A&A...418..989N 
  5. a b c d Balachandran, Suchitra (May 1990), "Lithium depletion and rotation in main-sequence stars", Astrophysical Journal, Part 1 354: 310–332, doi:10.1086/168691, Bibcode1990ApJ...354..310B 
  6. Schröder, C.; Reiners, J. H. M. M.; Schmitt (January 2009), "Ca II HK emission in rapidly rotating stars. Evidence for an onset of the solar-type dynamo", Astronomy and Astrophysics 493 (3): 1099–1107, doi:10.1051/0004-6361:200810377, Bibcode2009A&A...493.1099S 
  7. a b Allen, R. H.. Star Names: Their Lore and Meaning. [S.l.]: G. E. Stechert, 1899. p. 416.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Estrelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.