André Kim Taegon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Santo André Kim Taegon
Presbítero, Mártir e Apóstolo da Coreia
Nascimento 1821 em Coreia
Morte 1846 em Seul, Coreia
Beatificação 1925
Canonização 6 de Maio de 1984 por Papa João Paulo II
Festa litúrgica 20 de setembro
Padroeiro clero coreano
Gloriole.svg Portal dos Santos
Uma estátua do Santo no Jardim de Camões, perto da Igreja de Santo António, em Macau.

André Kim Taegon (Taegon, 21 de agosto de 1821Seul, 16 de setembro de 1846) foi um religioso católico coreano, declarado santo pela [Igreja católica]].

Nascido numa família nobre coreana, quinze anos converteu-se, com seus país, ao Catolicismo e foi enviado pelos fiéis coreanos para Macau, para estudar teologia neste centro asiático de partida e formação de missionários e padres. Durante os seus estudos em Macau, frequentou como fiel a Igreja de Santo António.

Ele era o primeiro sacerdote e missionário de etnia coreana e dedicou a sua vida inteira para cristianizar a sua Pátria. Foi decapitado em 1846, aos 25 anos de idade, tornando-se assim o primeiro mártir coreano. A Diocese de Macau venera hoje a sua estátua na igreja que ele sempre frequentou em Macau, a Igreja de Santo António. Todos os anos, um número considerável de turistas coreanos católicos visitam esta igreja para venerar este santo que tanto trabalhou para evangelizar a Coreia.

Ele e os seus 102 companheiros católicos, que foram igualmente martirizados nessas paragens, foram canonizados por João Paulo II, durante a sua viagem à Coreia, no dia 6 de Maio de 19841 .

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cristianismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre André Kim Taegon