Andrea Riccardi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Andrea Riccardi (Roma, 16 de janeiro de 1950) é um historiador e acadêmico italiano.

Graduado em História Contemporânea pela Universidade de Estudos de Roma III, é notável estudioso da Igreja na Idade Moderna e Contemporânea, bem como fundador da Comunidade de Santo Egídio.

Muitos dos seus estudos, publicados em diversos idiomas, versam sobre o mundo religioso e coabitação religiosa na área mediterrânea, particularmente do período compreendido pelos séculos XIX e XX.

Desde 16 de novembro de 2011 é ministro para a Cooperação Internacional e Integração do governo italiano.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Em 7 de fevereiro de 1968, ainda estudante e durante o período de efervescência promovido pelo Concílio Vaticano II, Andrea Riccardi reuniu um grupo de colegas do Liceu em um santuário dedicado a Filipe Néri. O resultado do encontro culminou na criação da Comunidade de Santo Egídio.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 2009, recebeu o prestigiado prêmio Carlos Magno.[2]

Referências

  1. Kaiser, Henning (16 de novembro de 2011). Fundador da Comunidade de Santo Egídio faz parte do novo gabinete da Itália. Revista Veja, acesso em 12 de dezembro de 2011
  2. (em alemão) Internationaler Karlspreis zu Aachen (2009). Der Karlspreisträger 2009 Andrea Riccardi, acesso em 12 de dezembro de 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Andrea Riccardi