Anrafel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

No Tanakh, ou Antigo Testamento, Anrafel era o rei de Sinar (termo geral para "Babilônia"), como vê-se em Gênesis 14:1, 9. Anrafel invadiu o oeste junto a Quedorlaomer, rei do Elão, e destruiu Sodoma.

Quando E. Schrader publicou seu livro Cuneiform Inscriptions and the Old Testament ("Inscrições Cuneiformes e o Antigo Testamento") Anrafel foi, por muito tempo, associado com Hamurabi[1], supremo governante da Babilônia entre 1.792 a.C. e 1.750 a.C., ano de sua morte. Contudo, de acordo com o "The Oxford Companion to the Bible" ("Acompanhante Oxford da Bíblia", literalmente, ou "Guia Bíblico Oxford"), esse viés tem sido fortemente abandonado em anos recentes.

No Midrash e na literatura rabínica posterior, Anrafel tem sido identificado com Nimrod.


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. E. Schrader, Cuneiform Inscriptions and the Old Testament, vol II (1888), pp. 299ff.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]