Antônio Carvalho Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Antônio Carvalho Filho, mais conhecido como Antônio Carvalho (Lavras, 21 de março de 194617 de maio de 2008) foi um radialista, jornalista e filósofo brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 1959 começou a trabalhar como locutor na Rádio Cultura, na própria cidade de Lavras, então em 1968 mudou-se para a São Paulo, com dois objetivos em mente: concluir o curso de Direito e ingressar na famosa Rede Bandeirantes de Rádio, porém seu sonho demorou a se realizar, atuou na Rede Jovem Pan até dezembro de 1969, até que conseguiu entrar na equipe de Alexandre Cadunc, no programa Titulares da Notícia, na sonhada Rádio Bandeirantes.

Em 1972 começou a apresentar o programa Bandeirantes Freqüencia Balançada, grande sucesso das 21 às 23 horas, que ficou no ar por 13 anos, na mesma época em que apresentava o programa Arquivo Musical, que comandou até seus últimos dias. Também integrava a equipe do até hoje existente Jornal Primeira Hora, também apresentava o programa vespertino Acontece.

Em 1977 tratou de apresentar o programa Ciranda na Cidade, cujo objetivo era fazer um balanço entre informações e denúncias sobre a cidade de São Paulo, na época apresentado às 17 horas, nesta mesma época trabalhou na TV Cultura, de São Paulo, como âncora de telejornal. Em 2001 começou a trabalhar no programa Grande Sampa, também da Rádio Bandeirantes, cujo objetivo era trazer informações vespertinas da região metropolitana de São Paulo, e um dos quadros mais requisitados do programa era 'Conversinha ao pé do ouvido' postados no Blog Conversinha ao Pé do Ouvido http://conversinhaaopedoouvido.blogspot.com/ Carvalho era intregrante da Sociedade Brasileira de Eubiose, dava conselhos e palavras de conforto nas manhãs de seus ouvintes, também durante os anos 2000, até meados de 2004, apresentava a edição de segunda-feira do Bandeirantes à Caminho do Sol, com o quadro 'Boa Noite esticado', onde também atendia os ouvintes via E-mail e também os aconselhava.

Filosofias[editar | editar código-fonte]

Desde de cedo Carvalho já se interesseva por Direito, mas a área em que mais conseguiu o carinho de seus ouvintes foram com suas "Palavras de Reflexão", nos últimos anos de sua vida, quando reunia condições físicas para cuidar de seus programas, Antônio Carvalho sempre aconselhava seus ouvintes com rara sabedoria e forma de expressão, costumava dizer que os seres humanos tinham muito o que evoluir, tanto psicologicamente quanto até mesmo fisicamente, também comentava sobre Astrologia e religiões, e pregrava que independente de sua crença, você deve ser uma pessoa mais evoluída possível.

Carvalho era integrante da Sociedade Brasileira de Eubiose, onde se busca formas de viver em paz com a Humanidade e a Natureza, também integrava a Associação Sub-Secreta da Maçonaria e também trabalhava em suas filosofias. Uma de suas filosofias mais marcantes era de que, quando falecermos, iríamos depositar todas as nossas experiências em vida em nossa alma para retornarmos, também dizia em tom de brincadeira que as pessoas criminosas eram as que tinham reencarnado poucas vezes ainda.

Doença[editar | editar código-fonte]

Neste século, Antônio Carvalho teve que lutar contra a leucemia, mas surpreendentemente, mesmo com tempos afastado, ele retornava aos seus programas, mesmo que por curtos períodos, parecendo que nada tivesse acontecido, também tratava com bom humor a sua doença, mas com os tempos seus períodos de ausência eram maiores, dando à entender que realmente tinha grandes dificuldades para superá-la.

Antônio Carvalho Filho faleceu no dia 17 de Maio de 2008, deixando esposa e quatro filhos.