Ant Banks

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ant Banks
Informação geral
Nome completo Anthony Banks
Local de nascimento Oakland, Califórnia
 Estados Unidos
Gênero(s) Hip hop
Ocupação(ões) Rapper, Producer
Período em atividade 1987–presente
Gravadora(s) Jive, Priority
Afiliação(ões) Too Short, Spice 1, E-40, The Dangerous Crew, Pooh-Man

Anthony Banks, conhecimento simplesmente como Ant Banks, é um produtor de hip hop e rapper de Oakland, Califórnia.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Como uma criança ele entrou em uma banda na escola e lá aprendeu a tocar uma variedade de instrumentos no caminho. Na escola ele só aprendeu clássica, mas em casa ele aprendeu sozinho a tocar funk como Parliament, Funkadelic e The Gap Band no seu teclado Cassio. Interessado em música, ele criava batidas e gravava suas próprias versões por diversão.[2]

Mais tarde Banks viria a gravar fitas com seu amigo, o rapper de Oakland MC Ant, e vendê-las no seu colégio no porta-malas dos seus carros. Com as letras tratadas por MC Ant e a produção por Ant Banks, a agitação pelas fitas eventualmente chegou as ruas, resultando em popularidade através da cidade.[2]

Em 1987, Banks gravou o álbum de estreia de MC Ant chamado The Great, que foi lançado mais tarde em 1989 através da Raw Dog Records. Em 1989, ele o gravou o álbum de estreia Let It Be Known do rapper da Área da Baía Spice 1, que foi lançado mais tarde em 1991 através da Triad Records. Junto com os lançamentos de Pooh-Man e Dangerous Dame, Banks conseguiu vender em uma margem de 100.000 a 300.000 unidades com os quatro álbuns, sem uma gravadora ou promoção. Isso o transformou em uma figura proeminente na cena do hip-hop da Baía de São Francisco no começo dos anos '90.[2]

Ele já produziu canções para Too Short E-40, Spice 1, Snoop Dogg e 3X Krazy só para citar alguns. Em 1993, ele entrou em uma rixa com o rapper Pooh-Man.

Em 1996, ele apareceu na coletânea da Red Hot Organization, America Is Dying Slowly, junto com Biz Markie, Wu-Tang Clan, Fat Joe, junto com outros artistas proeminentes de hip hop. O CD, feito com o intuito de aumentar a sensibilização da epidemia de AIDS entre homens Afro Americanos, foi elogiado como "uma obra-prima" pela revista The Source.

Em 1999, fundou o grupo T.W.D.Y. (acrônimo para "The Whole Damn Yay"). O próprio Banks, Rappin' 4-Tay e Capitain Save'm foram os membros originais. Seu álbum de estreia Derty Werk foi lançado em 1999 e continha o single "Players Holiday", apresentando Too Short, Mac Mall e Otis & Shug. O single recebeu muito airplay. Banks também terminou sua rixa com Pooh-Man quando os dois apareceram juntos na faixa, "Ride Wit Me", de 2000. Em 2000, T.W.D.Y. lançou seu segundo e último álbum Lead the Way; Ant Banks e Capitain Save'm permaneceram enquanto Dolla Will substituiu Rappin 4-Tay.[3]

Ele também é conhecido como "The Big Badaass" e lançou um álbum com o mesmo nome em 1994. Seu talento para produzir linhas de baixo de funk é bem conhecido e conquistou sucesso de crossover no gênero techno. O livreto do álbum Homework de Daft Punk dá uma notação de apreciação para Banks pela inspiração.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns de estúdio[editar | editar código-fonte]

  • 1993: Sittin' on Somethin' Phat
  • 1994: The Big Badass
  • 1995: Do or Die

Coletâneas[editar | editar código-fonte]

  • 1997: Big Thangs
  • 1998: The Best of Ant Banks

Colaborações[editar | editar código-fonte]

  • 1995: Don't Try This at Home (com The Dangerous Crew)
  • 1999: Derty Werk (com T.W.D.Y.)
  • 2000: Lead the Way (com T.W.D.Y.)

Discografia de produção[editar | editar código-fonte]

1989
  • MC Ant - The Great
1990
  • Pooh-Man - Teardrops (EP)
  • Pooh-Man - Life of a Criminal
1991
1992
1993
1994
1995
1996
1997
1998
1999
2000
  • Captain Save 'Em - My Cape is in the Cleaners
  • Dual Committee - Dual Committee
  • Too Short - You Nasty
  • Vários Artistas - Romeo Must Die
  • Vários Artistas - Too Gangsta for Radio
2001
2002
2003
2004
  • E-40 - The Best of E-40: Yesterday, Today and Tomorrow
  • Hussein Fatal - Fatalveli, Volume 2: The Mixtape
2007
  • V-White - Perfect Timin'

Referências