Apichatpong Weerasethakul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Apichatpong Weerasethakul.

Apichatpong Weerasethakul, (Bangkok, 1970) é um realizador (diretor de cinema) do cinema independente tailandês. Criado em Khon Kaen, no nordeste da Tailândia, é licenciado em arquitetura pela Universidade de Khon Kaen e obteve um mestrado em Belas Artes na School of the Art Institute de Chicago. Em 1999 fundou Kick the Machine, uma companhia que se dedica ao fomento do cinema experimental e independente.

O seu filme Lung Boonmee raluek chat (em inglês Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives, que quer dizer O Tio Boonmee, que Recorda as Suas Vidas Passadas) foi galardoado com a Palma de Ouro do Festival de Cinema de Cannes de 2010[1] .

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Mysterious Object at Noon (Dokfa nai meuman), (2000)
  • Blissfully Yours (Sud sanaeha) (2002), premiado na seção de Cannes Un certain regard[2]
  • The Adventure of Iron Pussy (Hua jai tor ra nong), co-director (2003)
  • Tropical Malady (Sud pralad) (2004) (Prémio do júri do festival de Cannes e eleito pela crítica o melhor filme da 28ª Mostra de Cinema de São Paulo)[2]
  • Syndromes and a Century (Sang sattawat) (2006)
  • Uncle Boonmee Who Can Recall His Past Lives (2010) Palma de Ouro do Festival de cinema de Cannes
  • Utopia (em produção)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Publico.pt. Palma de Ouro para o realizador tailandês Apichatpong Weerasethakul.
  2. a b Folha de S.Paulo. (24 de maio de 2010). Raio X - Apichatpong Weerasethakul