Aquarela Brasileira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Aquarela brasileira"
Canção de G.R.E.S. Império Serrano
Publicação 1964
Gênero(s) Samba-enredo
Duração 05:41 (versão 2004)
Composição Silas de Oliveira

Aquarela Brasileira é um samba-enredo composto por Silas de Oliveira para o Império Serrano em 1964.
A escola apresentou este samba no desfile deste ano e também em 2004, quando fez uma reedição do enredo[1] .

O samba é uma homenagem ao clássico da Música Popular Brasileira, Aquarela do Brasil, de Ary Barroso, exaltando o Brasil, contando em versos a respeito das regiões geográficas, a a arquitetura tradicional e moderna, as lendas e costumes das diferentes culturas dos povos que compõem a nação.

Parte da região Norte do Brasil, caracterizando a extração da borracha na bacia amazônica; em seguida continua sua expedição pelo Nordeste do Brasil, das dunas do Ceará, às festas do interior de Pernambuco e Bahia, de seus costumes e religião. A chegada a Brasília, região Centro-Oeste do Brasil, recém-inaugurada à época, marca a mudança para a modernidade, culminando com São Paulo que, na divisão política de então, pertencia à região Sul do Brasil e Rio de Janeiro, onde o samba encerra sua jornada, representando a região Sudeste do Brasil.

Embora seja uma das Jóias da Coroa do Samba, o samba-enredo Aquarela Brasileira, só pontuou em quarto lugar em 64 e em nono no ano 2004, em seu quadragésimo aniversário.

Segundo os cronistas do Carnaval carioca, a notícia da morte de Ary Barroso, chegou a Avenida Presidente Vargas quando a escola se preparava para começar seu desfile, o que teria tirado o ânimo dos componentes, justificando o quarto lugar.

Em 2004, o Império Serrano ganhou o Estandarte de Ouro, de Melhor Escola e Melhor samba-enredo, na reedição de Aquarela Brasileira.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DCAMPB. GRES Império Serrano. Página visitada em 15 de outubro de 2008.
Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.