Bálsamo-de-tolu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMyroxylon balsamum
Myroxylon balsamum

Myroxylon balsamum
Classificação científica
Super-reino: Eukaryota
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Subclasse: Rosidae
Ordem: Fabales
Família: Fabaceae
Subfamília: Faboideae
Tribo: Sophoreae
Género: Myroxylon
Espécie: M. balsamum
Nome binomial
Myroxylon balsamum
(L.) Harms

O Bálsamo-de-tolu (Myroxylon balsamum; Myroxylon peruiferum; Toluifera balsamum)[1] é uma árvore da família das leguminosas, cuja subfamília é a papilionoídea. Sua ocorrência vai do México à Amazônia e ao Norte da Argentina, sendo cultivada ou explorada pela madeira dura e resistente e para a produção do bálsamo-de-tolu, uma resina, semifluida ou quase sólida, marrom-avermelhada ou marrom-amarelada, aromática, obtida por lesão da árvore, muito utilizada em perfumaria, confeitaria e na fabricação de gomas de mascar, bem como ingrediente e veículo expectorante, em veterinária e farmácia. Possui folíolos ovados, flores alvas em racemos, e sâmaras de tom amarelo-pardacento, aromáticas.

Outros nomes[editar | editar código-fonte]

Caboraíba, caboreíba, caboreíba-vermelha, caboriba, cabreúva, cabreúva-vermelha, cabriúva, cabriúva-vermelha, caburciba, capriúva, coroíba, pau-de-bálsamo, pau-de-incenso, pau-vermelho, puá

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre leguminosas (família Fabaceae), integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.