Bíblia de San Paolo fuori le Mura

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Frontispício do Livro dos Provérbios

A Bíblia de San Paolo fuori le Mura é uma Bíblia manuscrita e iluminada do século VII, considerada a Bíblia mais luxuosa da Renascença Carolíngia.

Foi produzida em Reims em torno de 870 por ordem de Carlos, o Calvo, e dada como presente ao papa João VIII na coroação de Carlos Magno como Sacro Imperador Romano. Durante o papado de Gregório VIII o manuscrito foi dado à Basílica de San Paolo fuori le Mura, em Roma, onde permanece, e donde o seu nome atual.

É uma versão completa da Vulgata, com 334 fólios remanescentes que mostram 35 incipits (páginas de abertura ou frontispícios dos diveros livros) decorados e quatro tabelas canônicas, além de 91 iniciais e 24 páginas inteiras com ilustrações, incluindo um retrato de Carlos, o Calvo, outro de São Jerônimo, 14 imagens do Antigo Testamento, um Cristo em Majestade, quatro Evangelistas e outras miniaturas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Walther, Ingo F. and Norbert Wolf. Codices Illustres: The world's most famous illuminated manuscripts, 400 to 1600. Köln, TASCHEN, 2005.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Bíblia de San Paolo fuori le Mura
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.