Batalha do Kosovo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Batalha do Kosovo.

A Batalha do Kosovo (ou Kôssovo Poljê, "Campo dos Melros") foi lutada em 15 de junho de 1389 no Kosovo entre uma coalizão de reinos cristãos eslavos liderada pela Sérvia Morávia e tropas invasoras otomanas, lideradas pelo sultão Murad I[1] . A derrota dos cristãos na batalha determinou os cinco séculos seguintes de ocupação turca nos Bálcãs.

A Batalha do Kosovo é considerada um marco histórico para a Sérvia e alegada como motivo simbólico principal para o país rejeitar a independência do Kosovo, considerada berço histórico da nação.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. GIGANTÈS, Philippe. Poder e ambição: Uma breve história da dominação: de Moisés ao mundo globalizado. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004. 286 pp. 1 vols. ISBN 85-00-01086-X.
Portal A Wikipédia possui o portal:
Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Batalha do Kosovo