Blini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blini

Blini são uma espécie de panquecas tradicionais da Rússia, feitos com massa lêveda de farinha de trigo branco ou trigo mourisco, aveia, cevada ou centeio, com leite, ovos e nata. Na Rússia, fazem parte duma celebração do fim do inverno, a “Maslenitsa”, na última semana de Fevereiro, mas os blini são populares também noutros países da região. Normalmente são servidos com vários acompanhamentos, em que se destacam o caviar e o salmão, mas também podem ser servidos com chantilly, compotas ou outros doces, cogumelos ou frutos silvestres. [1]

Aparentemente, a Maslenitsa é uma celebração dos tempos pré-cristãos, rejubilando pelo fim do inverno; por esta razão, recentemente foram assinalados os mil anos dos blini. Devido à sua forma circular, os blini são considerados um símbolo do sol. Segundo a tradição, os blini acompanhavam uma pessoa, desde o seu nascimento até à morte: a seguir ao parto, dava-se à mulher um blin para dar sorte ao recém-nascido; num funeral, os blini não podiam faltar. [2]

A preparação dos blini também era marcada por rituais: para preparar a massa, a mulher tinha que ir para um lugar longe de casa, na orla da floresta ou perto dum rio ou lago. Já o cozimento dos blini podia ser feito em casa, mas numa frigideira ou placa de ferro fundido sem pegas, que não podia ser usada para cozinhar mais nada. Os primeiros blini eram colocados no parapeito da janela, para os pobres.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.