Bloco das Carmelitas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde abril de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.

O bloco irreverente faz seu desfile nas ladeiras de Santa Teresa, na cidade do Rio de Janeiro, desde 1991 O Bloco surgiu como uma homenagem descontraída ao Convento de Carmelitas de Santa Teresa, onde vivem enclausuradas as freiras.

A lenda conta que uma das freiras teria pulado o muro do convento no carnaval e se misturado aos foliões.

Desfiles[editar | editar código-fonte]

O Bloco faz dois desfiles, um no início do Carnaval, quando a freira fujona começa a cair no samba, e o segundo na Terça-feira de Carnaval, quando a freira tem a oportunidade de voltar ao convento sem chamar atenção.

Caracteristicas[editar | editar código-fonte]

Devido a sua origem, os participantes do bloco usam um véu da ordem religiosa, para que ninguém identifique a freira fujona. O bloco sobe e desce as ladeiras do bairro considerado um dos mais charmosos do Rio de Janeiro.

Local e Data[editar | editar código-fonte]

  • Local: Ladeiras de Santa Teresa
  • Data:
    • Sexta-feira de Carnaval - 18 Horas
      • No ano de 2007 o desfile do bloco começou as 16 horas da sexta-feira de carnaval. O Objetivo da antecipação do desfile foi evitar tumultos, pois as ruas de Santa Teresa são pequenas para a quantidade de foliões presentes nos anos anteriores.
    • Terça-feira de Carnaval - 17 horas.

Ver também[editar | editar código-fonte]