Brasileirinhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2014). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Brasileirinhas
Requer pagamento? sim
Gênero Conteúdo adulto
Cadastro não obrigatóro
País de origem  Brasil
Idiomas Português
Lançamento 1996
Posição no Alexa 135º
Página oficial Brasileirinhas

Brasileirinhas é uma produtora brasileira de filmes pornográficos. Considerada a maior do país, tem mais de 4 mil títulos no acervo e foi fundada por Luis Alvarenga em meados de 1996[1] .

No mercado brasileiro, a produtora se destacou por ter atores e atrizes pornôs de renome em seu portfólio, como Kid Bengala, Monica Mattos, Morgana Dark, Vivi Fernandez e Júlia Paes, e por ter realizado produções com profissionais oriundos da tv e do cinema nacional mainstream, como Alexandre Frota, Rita Cadillac, Gretchen, Leila Lopes, Mateus Carrieri, Bruna Ferraz, Márcia Imperator, Marcos Oliver, Regininha Poltergeist.

Fases mercadológicas[editar | editar código-fonte]

As produções com celebridades iniciaram-se em 2004, com Alexandre Frota. Sob direção de José Gaspar, hoje diretor do Canal Brasil, do grupo Globosat, Frota estrelou o filme Obsessão, produção considerada equivalente às realizadas em outros polos do cinema adulto, como Estados Unidos e Alemanha.

A fase de grandes produções continuou com as paródias de filmes do cinema tradicional. Merece citação Deusa 300, que, inspirado pelo longa norte-americano 300, chegou a ganhar prêmios europeus.

Em 2007, a Brasileirinhas, alegadamente devido ao aumento da pirataria e ao fechamento de locadoras de vídeo, além do impacto da rede Blockbuster no Brasil, que não comercializava produtos pornográficos, uniu-se a Clayton Nunes, editor de revistas e sites adultos, notadamente os da marca Sexsites, e começou a distribuir nacionalmente filmes encartados em publicações distribuídas em bancas de jornal.

A parceria também possibilitou, em 2008, o lançamento de sites oficiais pagos - hoje, com mais de 5 milhões de usuário por mês - e do canal fechado Sexy Privé Brasileirinhas [2] com a Band, que perduraria até o final de 2010.

Atualmente propriedade de Nunes[3] , a Brasileirinhas focou-se progressivamente na internet a partir de 2010, embora ainda venda, em média, 55 mil DVDs ao mês[4] (dados de 2013). Hoje, caracteriza-se por produzir filmes adultos baseados em histórias extraídas da "realidade cotidiana", inspirada por sites como Reality Kings e Brazzers, e mantém parceria com empresas norte-americanas, como Elegant Angel e Combat Zone, com as quais lança cinco filmes por mês.

Desde 2012, a produtora possui também um reality show online, denominado A Casa das Brasileirinhas. Inicialmente apresentado por Alexandre Frota, o programa é atualmente comandado pelo ator Kid Bengala.

Inicialmente, A Casa das Brasileirinhas consistiu em duas atrizes ou aspirantes a atrizes que disputavam entre si a participação na próxima produção da marca. Atualmente, apenas uma atriz permanece na casa e interage com o público durante a semana, gravando, ao fim desta, uma cena ao vivo.

Outros segmentos[editar | editar código-fonte]

A empresa também comercializa filmes pornográficos dirigidos ao público LGBT por meio de diferentes selos e atende os segmentos gay e transexual, além de produções contendo apenas cenas de sexo lésbico.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Entre as estrelas da empresa, estão ou estiveram:

Atores
Atrizes

Referências

  1. Jordão, Cláudia. "Por que eu fiz pornô". IstoÉ, ed. 1986, 21 de novembro de 2007
  2. Martins, Gustavo. "Canal erótico pago da Band e Brasileirinhas estreia em setembro". UOL, 12 de agosto de 2008
  3. Tavares, Flávia. "Produtora Brasileirinhas não vai fechar". O Estado de S. Paulo, 5 de abril de 2011
  4. Press Release. Brasileirinhas, página acessada em 11 de novembro de 2013
  5. 180graus (7 de abril de 2010). Atriz pornô, Vivi Fernandez, mostra em ensaio provocante o seu corpão (em português). Visitado em 20 de abril de 2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]