Callinectes similis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCallinectes similis
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Malacostraca
Ordem: Decapoda
Família: Portunidae
Género: Callinectes
Espécie: C. similis
Nome binomial
Callinectes similis
A. B. Williams, 1966 [1]

Callinectes similis, às vezes chamado siri-azul pequeno [1] ou siri-anão, [2] é uma espécie de siri descrita em 1966.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Callinectes similis é um bom nadador, e seu último par de patas funciona como remos, com os quais ele nada.

Os machos adultos podem crescer até uma largura de 122 milímetros, enquanto as fêmeas podem atingir 95 mm [3] ].

C. similis é mais estreitamente relacionado com Callinectes danae [4] , uma espécie também encontrada no Golfo do México, mas cujo alcance se estende ao sul até o Rio Grande do Sul [5] , e Callinectes ornatus, uma espécie encontrada da Carolina do Norte até o Rio Grande do Sul [6] . C. similis é mais facilmente separado do C. danae e C. ornatus pela forma dos primeiro e segundo pleópodos no macho.

Distribuição[editar | editar código-fonte]

Callinectes sismilis é encontrado no Oceano Atlântico, Mar do Caribe e Golfo do México, dos Estados Unidos à Colômbia. Atinge seu limite norte, perto da baía de Delaware. Tem havido uma grande confusão entre as várias espécies de Callinectes, e agora parece que todos os indivíduos relatados como Callinectes danae e Callinectes ornatus do Golfo do México (com exceção dos partes da Flórida) são realmente C. similis [7] .

Ecologia[editar | editar código-fonte]

C. similis vive em pântanos e estuários, sendo o siri dominante nas baías abertas. A espécie é limitada pela salinidade de pelo menos 15 ‰ e a temperatura também podem afetar a reprodução [3] .

A dieta de C. similis consiste em uma variedade de produtos alimentares, incluindo plantas, peixes, poliquetas, crustáceos, incluindo moluscos e detritos [2] .

A desova ocorre na primavera e no outono, com as fêmeas retornando aos estuários para liberar seus ovos.

Pesca[editar | editar código-fonte]

Embora não seja geralmente procurado por causa de seu tamanho relativamente pequeno, C. similis é por vezes capturado juntamente com C. sapidus.

Referências

  1. a b 'Callinectes similis' (TSN 98697) (em inglês) . Integrated Taxonomic Information System (www.itis.gov)
  2. a b Sergio Chazaro-Olvera, Arturo Rocha-Ramirez & Ramiro Roman-Contreras. (2000). "Observations on feeding, maturity and fecundity of Callinectes similis Williams, 1966, on the central continental shelf off Veracruz, Gulf of Mexico". Crustaceana 73 (3): 323–332. DOI:10.1163/156854000504417.
  3. a b Melany P. Puglisi (October 1, 2008). Callinectes similis Smithsonian Marine Station at Fort Pierce.
  4. Rafael Robles, Christoph D. Schubart, Jesús E. Conde, Carlos Carmona-Suárez, Fernando Alvarez, José L. Villalobos & Darryl L. Felder. (2007). "Molecular phylogeny of the American Callinectes Stimpson, 1860 (Brachyura: Portunidae), based on two partial mitochondrial genes". Marine Biology 150: 1265–1274. DOI:10.1007/s00227-006-0437-7.
  5. M. M. Chacur & M. L. Negreiros-Fransozo. (2001). "Spatial and seasonal distribution of Callinectes danae (Decapoda, Portunidae) in Ubatuba Bay, São Paulo, Brazil". Journal of Crustacean Biology 21: 414–425. DOI:[0414:SASDOC2.0.CO;2 10.1651/0278-0372(2001)021[0414:SASDOC]2.0.CO;2].
  6. Melany P. Puglisi (August 1, 2008). Callinectes ornatus Smithsonian Marine Station at Fort Pierce.
  7. Perry and Larsen (2004). Guide to Shelf Invertebrates, Gulf of Mexico Gulf States Marine Fisheries Commission.