Carcass

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carcass
Carcass 31.jpg
Carcass no Gods of Metal festival 2008 em Bologna, Itália.
Informação geral
Origem Liverpool, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Grindcore/Goregrind
Death metal
Melodeath/Death 'n' roll
Período em atividade 1985-1996
2007-atualmente
Gravadora(s) Sony
Earache
Página oficial MySpace Oficial
Integrantes
Bill Steer
Jeffrey Walker
Daniel Wilding
Ben Ash
Ex-integrantes
Ken Owen, Sanjiv, Mike Hickey, Carlo Regadas, Daniel Erlandsson, Michael Amott

Carcass é uma banda de death metal do Reino Unido formada em 1985, usualmente considerada a criadora do estilo grindcore splatter e também do death metal melódico. No ano de 2007, seus ex-integrantes reuniram-se novamente, por tempo indeterminado, para a realização de algumas apresentações e uma turnê mundial.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Formado em 1985, em Liverpool, o Carcass contava com Bill Steer (guitarra), Jeff Walker (baixo), Ken Owen (bateria) e Sanjiv (vocal). Um ano depois, Sanjiv (vocal) saiu da banda e não houve mais notícias. O único material onde ele participa é a primeira demo do grupo, Flesh Ripping Sonic Torment. Ao passo disto, o guitarrista Bill Steer foi para o Napalm Death, outra banda de Grindcore. Mas Steer não abandonou o Carcass, ele considera o Napalm Death era seu trabalho paralelo. Esses acontecimentos resultaram em um período de inoperância na banda. O período foi curto, e para provar que o Carcass estava novamente à ativa, em 1987, sem o vocalista Sanjiv, o conjunto começa a trabalhar como um trio. Os vocais mais urrados e guturais ficavam por conta de Bill Steer, e o baixista Jeff Walker cuidava dos vocais "gritados".

Em 1988, o Carcass lança seu primeiro álbum intitulado Reek of Putrefaction. A capa, que dispensa comentários, trazia fotos de pessoas mortas, corpos em decomposição, mutilados e despedaçados. Este disco se tornaria um clássico do grindcore, por sua inovação. No entanto, a qualidade da gravação deste disco deixa bastante a desejar, vindo a melhorar no segundo disco.

Na lacuna de tempo entre o lançamento Reek e o segundo álbum, Ken Owen adquiriu um bumbo duplo para o seu kit de bateria, permitindo então o uso de pedal duplo para a composição das novas músicas. Jeff Walker afirma que esta foi uma das principais razões para que Bill Steer levasse a banda mais a sério e deixasse o Napalm Death, para se dedicar integralmente ao Carcass.

Symphonies of Sickness, o segundo álbum, teve uma produção melhor, com a ajuda de Colin Richardson. Este álbum apresenta uma estrutura mais similar ao death metal, com passagens de riffs mais complexos, lentos e solos de guitarra. Na segunda metade da turnê do Symphonies um segundo guitarrista já se apresentava na banda, Michael Amott, que viria a integrar permanentemente o grupo. Seu trabalho já é notado no segundo Peel Sessions e no terceiro álbum já havia sua contribuição em criações.

Os seus álbums Heartwork e Necroticism - Descanting the Insalubrious costumam figurar nas listas de melhores discos de Death Metal da história.[2]

Reunião[editar | editar código-fonte]

Em 2006 Jeff Walker concedeu entrevistas admitindo a possibilidade de uma reunião do Carcass até 2007. Segundo ele, Michael Amott quer muito a volta da banda. Tudo dependeria de uma posição de Bill Steer, uma vez que Ken Owen não participará mas não se opôs à ideia de ser substituído por outro baterista.

Em setembro de 2007 Michael Amott disse a uma revista sueca que ele, Bill Steer e Jeff Walker se reuniram para ensaiar músicas antigas da banda, contando com o baterista do Arch Enemy Daniel Erlandsson no lugar de Ken Owen.[3] O objetivo era tocar em festivais de verão europeus de 2007 mas isso não foi possível. No mês seguinte a banda foi confirmada na edição de 2008 do festival alemão Wacken Open Air.[4]

Após mudanças na formação, em 2013 eles gravaram um novo disco intitulado Surgical Steel.

Membros[editar | editar código-fonte]

Atuais

  • Bill Steer - Guitarra, Vocal (1985 - 1996, 2007 - atualmente)
  • Jeffrey Walker - Voz, Baixo (1985 - 1996, 2007 - atualmente)
  • Daniel Wilding - Bateria - (2012 - atualmente)
  • Ben Ash - Guitarra (2013 - atualmente)

Antigos

  • Ken Owen - Bateria, Voz (1985 - 1996)
  • Mike Hickey - Guitarra (1993 - 1994)
  • Carlo Regadas - Guitarra (1994 - 1995)
  • Sanjiv - Voz (1985-1987)
  • Michael Amott - Guitarra (1990 - 1993, 2007 - 2012)
  • Daniel Erlandsson - bateria - (2007 - 2012)

Linha do tempo[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Carcass no Brasil[editar | editar código-fonte]

  • A banda se apresentou no Brasil em 2008, com shows em Belo Horizonte e São Paulo.[5]

Referências

Flag of the United Kingdom.svgGuitarra masc.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical do Reino Unido, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.