Carlos Eduardo Morimoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Eduardo Morimoto
Nome completo Carlos Eduardo Morimoto da Silva
Conhecido(a) por ser fundador do Guia do Hardware, Criador da Distro Brasileira Kurumin
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação Programador, Escritor e Jornalista
Prêmios Personalidade da Comunidade Livre Nacional (2004), (2005), (2006), (2007).
Principais interesses Linux, Redes e Hardware

Carlos Eduardo Morimoto da Silva é um ex-escritor de livros técnicos e programador brasileiro, criador da Distribuição Linux chamada Kurumin e fundador do site Guia do Hardware (atual Hardware.com.br), um dos maiores sites sobre o assunto (e sobre tecnologia) no Brasil e no mundo[carece de fontes?]. Morimoto é considerado um dos maiores especialistas em informática no Brasil[carece de fontes?]. Abandonou a informática e desfez de todos os seus bens materiais e celebrou voto de celibato em 2013 para se converter à religião Hare Krishna.

Trabalho[editar | editar código-fonte]

Publicou diversos livros na área de hardware, redes, Linux e informática em geral. Entre seus livros mais conhecidos, estão o Redes e Servidores Linux, Linux - Ferramentas Técnicas, Kurumin 7 (estes atualmente disponível para leitura online) e os novos Redes, Guia Prático, Servidores Linux, Guia prático, Hardware, manual definitivo, Smartphones, Guia Pŕatico, e Linux, Guia prático.[1]

Os livros foram publicados através de sua própria editora, a GDH Press em parceria com a Sul Editores. Em adição à publicação de livros, Morimoto manteve até 2013 o Guia do Hardware.net, um forum de perguntas e informações sobre o mundo cibernético.

Durante as horas vagas, desenvolveu em conjunto com diversos colaboradores o Kurumin Linux, seu projeto mais conhecido. Morimoto manteve o desenvolvimento da distribuição até a versão 7.0r3, depois do qual o sistema foi descontinuado por falta de colaboradores[carece de fontes?].

Boa parte do seu trabalho é publicado sob licenças livres.

Vida[editar | editar código-fonte]

Morimoto começou a programar com sete anos e aos 13 já trabalhava com manutenção de micros[carece de fontes?]. Aos 17 publicou seu primeiro livro Hardware PC, lançado pela editora Book Express. Embora formado em análise de sistemas, diz se considerar um autodidata[carece de fontes?].

Em 1999 fundou o site Guia do Hardware.NET[2] , que mantém até os dias de hoje. Em 2001 publicou o livro Entendendo e Dominando o Linux, disponibilizado online gratuitamente[3] , em 2003 iniciou o desenvolvimento do Kurumin Linux e em 2005 fundou sua própria editora de livros técnicos, a GDH Press[4] . Atualmente vive no Rio Grande do Sul.

Em 2013 se desfez de todos os bens materiais para se dedicar à religião Hare Krishna.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 2004 Carlos Morimoto foi eleito a Personalidade da comunidade livre nacional pelos usuarios do br-linux, prêmio que recebeu novamente em 2005, 2006 e 2007[5] .

Afastamento da Informática e do Guia do Hardware (Hardware.com.br)[editar | editar código-fonte]

Em Outubro de 2013, após alguns usuários perguntarem o porquê o site Hardware.com.br (novo nome dado ao Guia do Hardware), ter poucas atualizações, foi revelado que Carlos E. Morimoto abandonou a Informática para se dedicar à religião Hare Krishna[6] .

Em 28 de Fevereiro de 2014, Morimoto publicou um novo texto no portal afirmando que as mudanças na Informática tornaram o trabalho no Guia do Hardware obsoleto[7] e que se afastaria do mesmo. No entanto, a real razão foi sua conversão à religião Hare Krishna, que o proíbe de ter bens materiais.

Apesar de seu afastamento, tanto o site Hardware.com.br (antigo GuiaDoHardware.net) quanto o Fórum GdH continuam suas atividades, sendo administrados pelo webmaster e sócio de Morimoto, Adriano Aurélio Meirelles, além de toda a equipe que trabalha em ambos.

Referências

  1. Carlos Morimoto (25). Livro 'Redes, guia prático' oficialmente concluído. Visitado em 25 de abril de 2008.
  2. [1]
  3. [2]
  4. [3]
  5. [4]
  6. [5]
  7. [6]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]