Charles "Tex" Watson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles “Tex” Watson
"Tex" Watson em mugshot do sistema penitenciário da Califórnia
Nome Charles Denton Watson
Nascimento 2 de Dezembro de 1945 (69 anos)
Dallas, TX, EUA
Nacionalidade Estados Unidos norte-americano
Pseudônimo(s) Tex
Crime(s) Assassinatos Tate-LaBianca
Pena
Morte
comutada para prisão perpétua
Situação Cumpre a pena, preso desde 1970.
"Tex" Watson em foto de 2004

Charles Denton Watson (Dallas, 2 de dezembro de 1945), mais conhecido como "Tex" Watson, é um homicida norte-americano, antigo membro da Família Manson, condenado pelos assassinatos de Sharon Tate, Jay Sebring, Abigail Folger, Steven Parent, Wojciech Frykowski, Leno LaBianca e Rosemary La Bianca, acontecidos nas noites de 9 e 10 de agosto de 1969, em Los Angeles.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Watson cometeu os crimes em companhia de Susan Atkins, Leslie Van Houten e Patricia Krenwinkel, também integrantes da Família Manson, e infligiu a maior parte dos golpes que causaram a morte das vítimas,[1] num dos mais famosos casos de assassinato em massa da história criminal dos Estados Unidos.

Ele foi julgado à parte das outras acusadas pelos homicídios, sendo condenado à morte em 21 de outubro de 1971, escapando da execução quando a Suprema Corte da Califórnia aboliu a pena de morte no estado em 1972, passando a cumprir prisão perpétua.

Ele tornou-se um cristão regenerado na prisão e em 1979 casou-se com Kristen Svega, com quem teve quatro filhos, resultado das visitas conjugais a que tinha direito. Por influência da mãe de Sharon Tate, Doris, que por anos liderou campanhas contra a possibilidade de liberdade condicional dos assassinos de sua filha e pelo banimento das visitas conjugais a assassinos condenados à prisão perpétua na Califórnia, estas visitas foram proibidas por lei no estado. Watson e a mulher acabaram separando-se em 2003, após quase 25 anos de casamento.[2]

Em 2009, formou-se em administração de empresas na California Coast University.[3] Abraçando a religião, tem escrito em seu site na Internet sobre os crimes que cometeu, pedindo perdão por eles aos familiares das vítimas e se dizendo ‘perdoado por Deus’.[4]

Watson teve negados quatorze pedidos de liberdade condicional, permitidos após vinte anos de prisão aos condenados à prisão perpétua pelo sistema jurídico norte-americano. Depois da última negativa, em 2011, terá direito à nova apelação apenas em novembro de 2016.[5]

Watson na cultura popular[editar | editar código-fonte]

  • Um pedaço bastante distorcido de uma declaração sua, feita na época de sua convivência com a Família Manson, contra as pessoas bem nascidas, bonitas, ricas e felizes, pode ser ouvida na introdução da música The Beautiful People, do Marilyn Manson.
  • O filme-cult Pink Flamingos (1972), do diretor independente John Waters, é dedicado a ele. Numa cena do filme, num muro grafitado pode-se ler ‘ Free Tex Watson’. (Libertem Tex Watson).[6]
  • A famosa frase que ele teria proferido aos hóspedes de Sharon Tate, antes de cometer os assassinatos da noite de 9 de agosto, "Eu sou o Diabo e vim aqui para fazer coisas do demônio",[7] :176–184 se tornou um jargão bastante conhecido e sinistro nos Estados Unidos.

Referências

  1. Depoimento de Tex Watson
  2. Manson Family Timeline
  3. Transcrição do pedido de liberdade condicional feito ao Parole Board Hearing em 2011.
  4. Charles D. Watson website
  5. Aging Manson 'Family' members long for freedom CNN. Visitado em 18/11/2014.
  6. John Waters and Charles Manson CharlesManson.com. Visitado em 30/06/2012.
  7. Bugliosi, Vincent with Gentry, Curt. Helter Skelter — The True Story of the Manson Murders 25th Anniversary Edition, W.W. Norton & Company, 1994. ISBN 0-393-08700-X.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Família Manson Charles Manson
Charles Manson | Susan Atkins | Charles "Tex" Watson | Patricia Krenwinkel | Leslie Van Houten | Linda Kasabian | Bobby Beausoleil | Lynette 'Squeaky' Fromme | Sandra Good | Catherine 'Gipsy' Share | Steve Grogan | Mary Brunner| Bruce Davis