Cláudio Assis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Cláudio Assis
Nascimento 19 de dezembro de 1959 (54 anos)
Caruaru, Pernambuco
 Brasil
Ocupação Diretor
Produtor
Ator
IMDb: (inglês)


Cláudio Assis (Caruaru, 19 de dezembro de 1959) é um cineasta brasileiro.

Do início de sua carreira como ator e cineclubista em Caruaru, até a direção do primeiro longa-metragem Amarelo Manga (2002), o diretor construiu uma trajetória que inclui a direção e produção de curtas, documentários e longas. Estes últimos são resultado de profunda reflexão sobre a linguagem cinematográfica e seus meios de produção. Sua obra dialoga entre si e constrói um discurso cinematográfico próprio, focado na reflexão do comportamento humano. Seus longas são projetos de baixo orçamento, embora na tela não transpareçam as dificuldades e limitações enfrentadas para a realização. Entre seus trabalhos de direção destacam-se Baixio das Bestas (2006), premiado nos festivais de Brasília, Roterdã, Miami e Paris; Amarelo Manga, premiado em Brasília, Toulouse (França), Miami e Fortaleza; Chico Science – Retratos Brasileiros (2008) e Vou de Volta (2007).

Também diretor dos curtas O Brasil em Curtas 06 - Curtas Pernambucanos (1999), Texas Hotel (1999), Viva o Cinema (1996), Soneto do Desmantelo Blue (1993) e Henrique (1987).

Em 2011 estreia seu novo longa-metragem Febre do Rato no Festival de Cinema de Paulínia, levando diversas premiações.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • 1987 – Henrique (curta-metragem)
  • 1993 – Soneto do Desmantelo Blue (curta-metragem)
  • 1996 – Viva o Cinema (documentário)
  • 1999 – Texas Hotel (curta-metragem)
  • 1999 – O Brasil em Curtas 06 - Curtas Pernambucanos (ficção)
  • 2002 – Amarelo Manga (longa-metragem)
  • 2006 – Baixio das Bestas (longa-metragem)
  • 2011 – Febre do Rato (longa-metragem)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre cineastas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.