Conceição de Ipanema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Conceição de Ipanema
Bandeira desconhecida
Brasão de Conceição de Ipanema
Bandeira desconhecida Brasão
Hino
Fundação 1 de janeiro de 1954
Gentílico conceiçoense
Prefeito(a) Willfried Saar (PR)
(2009–2012)
Localização
Localização de Conceição de Ipanema
Localização de Conceição de Ipanema em Minas Gerais
Conceição de Ipanema está localizado em: Brasil
Conceição de Ipanema
Localização de Conceição de Ipanema no Brasil
19° 55' 40" S 41° 41' 38" O19° 55' 40" S 41° 41' 38" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Vale do Rio Doce IBGE/2008[1]
Microrregião Aimorés IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Taparuba, Ipanema, Santana do Manhuaçu, São José do Mantimento, Chalé, Mutum.
Distância até a capital 374 km
Características geográficas
Área 253,935 km² [2]
População 4 456 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 17,55 hab./km²
Altitude 493 a 1340 m
Clima Tropical de altitude
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,704 alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 20 793,235 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 4 584,05 IBGE/2008[5]
Página oficial

Conceição de Ipanema é um município brasileiro localizado no estado de Minas Gerais. De acordo com o censo realizado pelo IBGE em 2010, sua população é de 4.467 habitantes.[3]

Etimologia[editar | editar código-fonte]

O topônimo é formado por dois termos. Conceição refere-se a Maria, mãe de Jesus, Ipanema que na língua tupi significa "rio ruim, rio sem peixe" (y-panéma). A ideia original é que o arraial dedicado a Nossa Senhora da Conceição ficava na região de Ipanema.

História[editar | editar código-fonte]

A região foi primeiramente habitada por índios aimorés. O primeiro descendente de europeu a chegar naquelas terras foi José Pedro de Alcântara, seguido por Manoel Francisco de Paula Cunha, desertor da Guarda Nacional, fugitivo da Guerra de Santa Luzia, em 1842. O povoado teve seu início na fazenda de Francisco Inácio Fernandes Leão, em 1850. Naquele ano, o fazendeiro mandou construir em sua propriedade uma capela em honra a Nossa Senhora da Conceição.

Em 1920, um grupo de moradores liderados por Laudelino José da Luz adquiriu as terras da fazenda e as doou à Igreja Católica. A partir de 1917, iniciou-se a migração alemã para a região com aquisição das terras do Córrego do Funil pelos descendentes de alemão Carlos Henrique Saar, Frederico Kaiser e Antônio Keller com influência acentuada nos cultura do município.

O povoado de Conceição, no município de Ipanema, cresceu, tornando-se distrito a 27 de dezembro de 1948 pela lei nº336, com a denominação de Conceição de Ipanema. O distrito foi elevado a município a 12 de dezembro de 1953 pela lei nº 1039. A 31 de janeiro de 1955, a Câmara Municipal foi instalada e Antônio Heringer tornou-se o primeiro prefeito,teve como vice-prefeito José de Oliveira. O rio José Pedro, que nasce na vertente do Caparaó e desagua no rio Doce, corta o município ao meio, formando cinco praias e quatro cachoeiras, pontos de lazer para a população. O rio recebeu este nome em homenagem ao desbravador José Pedro de Alcântara.

População[editar | editar código-fonte]

Origens[editar | editar código-fonte]

A população do município é composta por uma grande porcentagem de descendentes de imigrantes alemães, italianos e espanhóis. É registrada a presença das famílias alemãs: Braun, Heins, Heringer, Hermsdorf, Horst, Kaiser, Keller, Klein, Knaip, Saar, Sathler e Rot e Balmant. Da imigração italiana estão os Bertolacci, os Paviones e os Garonci. As famílias espanholas são Gamito, Huebra e Sanchez.

Essas pessoas chegaram à região a partir da década de 20, através de Juiz de Fora e Manhumirim. A comunidade rural do Funil é resultado de uma colônia alemã que ainda conserva costumes e o seguimento da Igreja Luterana.

Hoje[editar | editar código-fonte]

Hoje,em Conceição de Ipanema vive uma população de 4.549 habitantes segundo o IBGE (2009). A taxa de crescimento anual é negativa de 0,88%.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

  • Principais rios:
    • Córrego do Cobrador
    • Rio Manhuaçu
    • Rio José Pedro
    • Córrego Sonhador
    • Córrego Angelim
    • Córrego Mexerico
    • Córrego Bom Jardim
    • Córrego São Luís
    • Córrego Saudade
    • Córrego Santa Silvéria

Bacia: Bacia do Rio Doce

Clima[editar | editar código-fonte]

Pôr-do-sol em Conceição de Ipanema.
  • Temperatura:
    • Média anual: 24,6 C
    • Média máxima anual: 31,2 C
    • Média mínima anual: 19,4 C
  • Índice médio pluviométrico anual: 1162,6 mm

Topografia %[editar | editar código-fonte]

  • Plano: 10
  • Ondulado: 20
  • Montanhoso: 70

Povoados[editar | editar código-fonte]

Dados da cidade[editar | editar código-fonte]

  • Localização: Rio Doce
  • Área: 254,11 Km²
  • Altitude:
    • Máxima: 1340 m. local: Pontão de Santa Elisa
    • Mínima: 493 m. local: Rio José Pedro
    • Ponto central da cidade: 300 m

Transportes[editar | editar código-fonte]

Rodoviário[editar | editar código-fonte]

  • A frota de 2007 era de 339 automóveis. Para viagens intermunicipais existe a empresa Caparaó que faz linha Conceição de Ipanema, Alto São Luís a Ipanema.
  • Distâncias aproximadas aos principais centros (km):
  • Principais rodovias que servem ao município:

Religião[editar | editar código-fonte]

O catolicismo está presente no núcleo do município desde as origens. A partir da década de 30, apareceram as igrejas evangélicas: Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil e Igreja Batista. Grande parte da população local professa o catolicismo, no entanto, o protestantismo conta com um representação significativa de fiéis.

As igrejas presentes: Presbiteriana, Batista Nacional, Assembleia de Deus , Deus é Amor, Tabernáculo, Casa da Bênção e Adventista do Sétimo Dia.

O município conta com duas paróquias, uma católica a outra protestante. A paróquia Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Conceição de Ipanema) foi criada em 18 de novembro de 1955; a Paróquia Evangélica Luterana do Funil foi fundada em 1923.

Educação[editar | editar código-fonte]

Em 2007, segundo o IBGE, havia 645 matrículas no Ensino Fundamental. Sendo 219 na rede pública estadual e 496 na rede municipal. No pré-escolar havia 96. E no Ensino Médio, 136 matrículas.

Quanto ao quadro de docentes atuando no município, havia 49 lecionando para o Ensino Fundamental, 4 no Ensino pré-escolar e 19 no Ensino Médio. As escolas estão na cidade e nos povoados, são 7: Córrego Boa Vista, Córrego da Coluna, Córrego da Palha Branca, São Barnabé, Alto São Luís e São Geraldo. Há apenas uma escola estadual, a Escola Estadual Governador Juscelino Kubitschek. As demais são municipais.

Política[editar | editar código-fonte]

O município possui um eleitorado de 3.526 (segundo o IBGE/2007). Em 2009, o prefeito é Willfried Saar (PR) e a vice é Simone Marques Félix (PSB). A câmara é composta por 9 vereadores: Adalto Alves Aleixo (PT), Ademar Dutra (DEM), João Paulo de Oliveira Schmidt (PR), Manoel Pereira da Costa (PT), Patrícia Cardoso Marques Marinho (DEM), Samuel Lopes de Lima (PP), Vanderlir Ricardo Braun (PT), Gilmar Henrique(PSB) e Joacir de Oliveira Costa (PDT).

Economia[editar | editar código-fonte]

As atividades econômicas predominantes são a pecuária e a cafeicultura. Área empregada em estabelecimentos agropecuários são 21.775 hectares. Sendo 3.438 área de lavouras permanentes. As criações de animais são bovinos (12.161 cabeças), caprinos, ovinos (68), suínos (656) e aves (8.730). A produção de leite de vaca é 4.724 litros e produção de 19.000 dúzias de ovos de galinha.

A empregabilidade é baixa. Na cidade, os empregos estão no comércio e no setor público (Município e Estado). Há serviços financeiros oferecidos por dois bancos: SICOOB Credicaf, Bradesco e Caixa Econômica.

Os serviços representam 10.088 do PIB, a agropecuária 4.519 e finalmente a indústria, 1. 138. A participação no PIB dos municípios é de 4.250.

Saúde[editar | editar código-fonte]

Em Conceição de Ipanema, há um hospital e uma unidade básica de saúde. Há 7 estabelecimentos de saúde no município. No hospital São Geraldo há atendimento básico e de emergência, com 25 leitos para internação.

Lista de Prefeitos[editar | editar código-fonte]

Mandato Prefeito
1955-1959 Antônio Heringer
1959-1963 Geraldo Barros
1963-1966 Obed Ribeiro
1967-1973 Geraldo de Barros
1973-1977 Geraldo de Barros
1977-1983 José Pereira de Lacerda
1983-1988 Geraldo de Barros
1989-1992 José Pereira de Lacerda
1993-1996 Altivo Saldanha Marinho
1997-2000 Gottfried Kaiser
2001-2004 Altivo Saldanha Marinho
2005-2008 Gottfried Kaiser
2009- Willfried Saar

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

ANACLETO, Maria Elza Rodrigues & TEIXEIRA, Rafael Anacleto. A história de Conceição de Ipanema.Ipanema: Centro Universitário de Caratinga, 2008.

CASTRO, Josiana Lopes de, & SILVA, Verônica do Nascimento e. A influência dos costumes alemães na região de Conceição de Ipanema - MG. Ipanema: Centro Universitário de Caratinga, 2008.

Secretaria da Cultura em 1 de Outubro de 1999

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. a b Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.