Convenção de Tauroggen

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Convenção de Tauroggen ou Tauragė foi um armistício firmado em 30 de dezembro de 1812 na cidade homônima entre os generais Ludwig Yorck von Wartenburg (do Reino da Prússia) e Hans Karl von Diebitsch (do Império Russo). A carta desencadeou a formação de uma coalizão contra Napoleão Bonaparte e marcou o início das guerras de libertação da Europa.

História[editar | editar código-fonte]

Conforme prescrevia o Tratado de Tilsit, a Prússia deveria apoiar a invasão napoleônica à Rússia. Em sinal de protesto, alguns militares daquele reino abandonaram o exército e ofereceram seus serviços aos russos.

Depois que a empreitada francesa fracassou, sob o custo de milhares de soldados, os generais Yorck e Diebitsch decidiram firmar, por conta e risco próprios, um cessar-fogo sem o consentimento dos soberanos de suas nações. A notícia causou grande euforia na Prússia Oriental, mas também trouxe grande preocupação pois não se sabia se Frederico Guilherme III e Alexandre I ratificariam o acordo.

De imediato a carta estabeleceu a neutralidade da Prússia e a aliança militar com os russos só foi formalizada em 28 de fevereiro do ano seguinte com a assinatura do Tratado de Kalisch. O acordo entre os dois generais evoluíra para uma coalizão que também incluiu a Áustria, Suécia, Reino Unido e culminou com a derrota de Napoleão na Batalha das Nações.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dönhoff, Marion. Minha infância na Prússia. Editora 34, 2002. ISBN 8573262591
  • Nicolson, Harold. The Congress of Vienna: A Study in Allied Unity, 1812-1822. Publicado por Grove Press, 2000. ISBN 080213744X

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um historiador é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.