Cratera de impacto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Representação artistica de um impacto
Cratera Barringer

Em astronomia, cratera de impacto ou astroblema é uma formação crateriforme produzida pela queda do espaço de um meteorito ou cometa. Difere das crateras de origem vulcânicas, que são formadas por materiais e forças oriundas das camadas geológicas do interior da terra.

Crateras de impacto podem ser vistos facilmente em astros como a Lua, onde na pouca erosão podem ser conservados. Na Terra, a erosão fez com que a maior parte dos astroblemas desaparecessem. Poucos são ainda visíveis. O exemplo notável é a Cratera de Barringer, em Flagstaff no Arizona, Estados Unidos, resultante da colisão de um bólito.

O vocábulo "astroblema" vem das palavras gregas astron = estrela e blema = cicatriz, que leva ao significado de “cicatriz de estrela”, e foi cunhado com grande exatidão poética, em 1961, pelo meteoricologista norte-americano, Robert S. Dietz.

Crateras de impacto[editar | editar código-fonte]

Crateras no Brasil[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]