Cratera de Vredefort

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Janeiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Pix.gif Cratera de Vredefort *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Vredefort Dome STS51I-33-56AA.jpg
Imagem de satélite
País África do Sul
Critérios N (i)
Referência 1162
Coordenadas 26º 52' S 27º 16' E
Histórico de inscrição
Inscrição 2005  (29ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A cratera de Vredefort, com 300 km de diâmetro e mais de dois bilhões de anos, é considerada a maior e a mais antiga cratera de impacto já descoberta na Terra (em 2006 pesquisadores liderados por Ralph von Frese descobriram em Wilkes Land na Antártida uma cratera com 480 km de diâmetro).

Localiza-se na Província do Estado Livre da África do Sul. A localidade de Vredefort situa-se dentro da cratera e dá nome à mesma.

Estima-se que o meteoro que causou a cratera tivesse entre 6 a 10 km de diâmetro e que este embateu na Terra há cerca de 2,1 bilhões de anos com uma velocidade 40 000 a 250 000 km/h.

É um testemunho do evento conhecido que mais energia libertou e que causou enormes mudanças globais, incluindo mudanças evolutivas. Apesar da importância para a história do planeta, actividades geológicas na superfície da Terra levaram ao desaparecimento de evidências da maioria das áreas de impacto. Vredefort é hoje o único exemplo que fornece todas as características deste tipo de formação na superfície do planeta.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cratera é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre a África do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.