Cyclone-4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cyclone-4 [1]
Impressão artística do foguete Cyclone-4.
Descrição geral
Função Veículo Lançador
Fabricante Yuzhnoye, Yuzhmash, Khartron
País de origem  Ucrânia
Estado atual Em desenvolvimento
Local de lançamento Brasil Alcântara
Rússia Plesetsk
CazaquistãoBaikonur
Voo inaugural 2013
Dimensões
Altura 40,190 m (41,190 m)
Diâmetro 3 m (4 m)
Massa no Lançamento 193 000 kg
Estágios 3
Foguetes relacionados
Família Cyclone
Comparáveis Cyclone-3, Cyclone-2A
Capacidade
LEO (200 km) 5300 kg
GTO (12 000 km) 1700 kg
Performance e características
Primeiro estágio
Motor RD261
Empuxo 2643 kN
Impulso específico 300,3 sec
Tempo de queima 123 sec
Combustível/Oxidante UDMH/NTO
Segundo estágio
Motor RD261
Empuxo 941 kN
Impulso específico 318 sec
Tempo de queima 160 sec
Combustível/Oxidante UDMH/NTO
Terceiro estágio
Motor RD861K
Empuxo 7916 kN
Impulso específico 330,3 sec
Tempo de queima 373 sec
Combustível/Oxidante UDMH/NTO

O Cyclone-4 (em ucraniano: Циклон-4), ou Tsyklon-4, é um veículo de lançamento descartável ucraniano, de pequeno porte, desenvolvido pelo renomado escritório estatal de engenharia Yuzhnoye Design Bureau, situado na cidade industrial Dnepropetrovsk, Ucrânia.

Este foguete, que é membro da família de foguetes Tsyklon, foi desenvolvido a partir de seu antecessor Cyclone-3, que era conhecido por sua eficiência, sendo suas únicas falhas devidas ao terceiro estágio. Por isso o Cyclone-4 tem praticamente a mesma constituição do seu antecessor, a não ser pelo último estágio, que foi totalmente reprojetado, para que o índice de falhas chegasse a zero. [2]

O lançamento de satélites, a partir deste foguete, é comercializado pela empresa binacional Alcântara Cyclone Space, que fica situada em Brasília,Brasil.[3]

Especificações[editar | editar código-fonte]

O Cyclone-4 é um veículo de lançamento de três estágios construído com base no foguete Cyclone-3, e usa os mesmos dois primeiros estágios. As novas características estão em grande parte concentradas no novo terceiro estágio:

  • O terceiro estágio tem uma capacidade três vezes maior de propelente;
  • O novo motor RD-861K com capacidade de múltiplas ignições (3 a 5 vezes);
  • Um moderno sistema de controle capaz de realizar injeções orbitais precisas;
  • Uma nova coifa derivada do Ariane 4. Tem um diâmetro de 4 metros, temperatura controlada e condições de limpeza no interior.

O Cyclone-4 também tem um sistema de abastecimento aprimorado, permitindo uma captura segura dos vapores tóxicos de seu combustível hipergólico.

Esse novo sistema é capaz de colocar 5,300 kg em órbita terrestre baixa, ou até 1,800 kg em uma órbita geoestacionária.

Locais de lançamento[editar | editar código-fonte]

O Cyclone-4 será primariamente lançado do Centro de Lançamento de Alcântara no Brasil. Lançamentos em outros locais, incluindo o Cosmódromo de Baikonur e o Cosmódromo de Plesetsk, também estão planejados.

Histórico de desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O desenvolvimento começou em 2002, com um voo inaugural previsto para 2006. Seguido de um série de atrasos na produção, o lançamento estava previsto para novembro de 2013. O voo inaugural está previsto para 2015[4] . A Alcântara Cyclone Space foi estabelecida como a provedora de serviços de lançamento para o Cyclone-4.

Referências