Cyril Hilsum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Cyril Hilsum
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 17 de maio de 1925 (88 anos)
Alma mater University College London
Conhecido(a) por Ciência e tecnologia do cristal líquido
Prêmio(s) Prêmio Max Born (1987), Medalha Faraday (1988), Medalha Real (2007)

Cyril Hilsum CBE FRS (17 de maio de 1925[1] ) é um físico britânico.


Obras[editar | editar código-fonte]

  • Semiconducting III-V Compounds (Monographs on Semiconductors), C. Hilsum, 239 pages, Publ. Elsevier (1961), ISBN 0-08-009499-6
  • Liquid Crystals, C. Hilsum, Cambridge Univ Press (1985), ISBN 0-521-30465-2
  • Device Physics (Vol 4 of Handbook on Semiconductors), C. Hilsum and T.S. Moss (Editors), 1244 pages, Publ. JAI Press (1993) ISBN 0-444-88813-6
  • Communications After AD2000, C. Hilsum, D.E.N. Davies, A.W. Rudge (Editors), Chapman & Hall, (1993), ISBN 0-412-49550-3


Referências

  1. Famous personalities from Raine's Foundation School. Arquivado do original em 2008-06-16. Página visitada em 21 de abril de 2011.


Precedido por
David Baulcombe, Richard Timothy Hunt e John Pendry
Medalha Real
2007
com Tomas Lindahl e James Feast
Sucedido por
Robert Hedges, Philip Cohen e Alan Fersht


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.