Davi IV da Geórgia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
David IV
დავით IV
Rei dos Reis da Geórgia
Davit Agmashenebeli.jpg
Governo
Reinado 108924 de janeiro de 1125
Dinastia Bagrátida
Vida
Nome completo Davit Aghmashenebeli
Nascimento 1073
Kutaisi
Morte 24 de janeiro de 1125 (52 anos)
Tbilisi
Sepultamento Mosteiro de Ghélati
Mãe Elene
Lápide do túmulo de David IV

David IV, também conhecido como David o Restaurador[1] (em georgiano: დავით აღმაშენებელი; transl.: Davit Aghmashenebeli) (107324 de janeiro de 1125), da dinastia bagrátida, foi rei da Geórgia de 1089 até sua morte em 1125.[2] . Suas relíquias foram trasladadas para o mosteiro de Ghélati.

Popularmente considerado o maior e mais bem sucedido governante georgiano da história, ele logrou vencer a importante batalha de Didgori em 1121 e expulsar os turcos seljúcidas do país. Suas reformas no exército e na administração permitiram-no reunificar e pôr sob controle georgiano grande parte das terras do Cáucaso. Teve boas relações com a Igreja e foi um notável promotor do cristianismo em seu país, vindo a ser canonizado pela Igreja Ortodoxa Georgiana.

Títulos[editar | editar código-fonte]

O epíteto aghmashenebeli (აღმაშენებელი), que é traduzido como "o Construtor", "o Reconstrutor",[3] ou "o Restaurador",[4] [5] foi-lhe apodado pela primeira vez em 1452, embora tenham sido os historiadores dos séculos XVII e XVIII quem o popularizaram[6] . Em épocas remotas, Davi também foi chamado "o Grande" (დიდი, didi).[7] .

David o Restaurador foi denominado variadamente como David II, III, e IV, devido à grande variação na sequência ordinal dos monarcas bagrátidas, especialmente no período inicial de sua história, uma vez que a numeração dos monarcas sucessivos movia-se entre os vários ramos da família[8] [9] . Os acadêmicos da Geórgia preferem o nome Davi IV[8] ; sendo seus predecessores: Davi I Curopalates (falecido em 881), David II Magistro (m. 937) e Davi III Curopalates (1001), todos membros da linhagem principal da dinastia bagrátida[10] .

Referências

  1. Britannica online
  2. Georgia in the Developed Feudal Period (XI-the first quarter of the XIII c.) www.parliament.ge/ Consultado em 13 de agosto de 2006.
  3. Rapp 2003, p. 161
  4. Massingberd 1980, p. 60
  5. Vasiliev 1936, p. 4
  6. Gabidzashvili 2007, pp. 569–571
  7. Otkhmezuri 2012, p. 38
  8. a b Rapp 2007, p. 189
  9. Eastmond 1998, p. 262
  10. Metreveli 1990, pp. 10–11


Ícone de esboço Este artigo sobre a Geórgia é um esboço relacionado ao Projeto Europa e ao Projeto Ásia. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre reis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.