Dayak

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dayak
População total

2 a 4 milhoes

Regiões com população significativa
Indonesia
Malásia
Brunei
Línguas
Língua Dayak
Religiões
Cristão (91%)
Animista (7%)
Islã (2%)
Chefe Dayak

O Dayak ou Dyak é uma etnia de Bornéu.[1] É um termo vago para mais de 200 subgrupos, localizados principalmente no interior do Bornéu, cada um com seu próprio dialeto, costumes, leis, território e cultura, apesar de traços distintivos comuns são facilmente identificáveis. Um dos maiores subgrupo é o Iban. As línguas Dayak são categorizadas como parte das línguas austronésias na Ásia. Os Dayaks eram animistas; No entanto, muitos foram convertidos ao cristianismo, ou abraçaram o Islã mais recentemente.[2] [3] As estimativas para a faixa da população Dayak são de 2 a 4 milhões.

Cultura tradicional[editar | editar código-fonte]

A galeria no interior de um casa Dayak Kajan com caveiras e armas ao longo da parede, exibindo sua cultura de caçadores de cabeça

No passado, os Dayaks eram temidos por sua antiga tradição e prática de caçadores de cabeça. Após a conversão ao cristianismo ou islamismo e a legislação, por parte dos poderes coloniais proibindo, a prática desapareceu, apenas para ressurgir no final dos anos 90, quando os Dayaks começaram a atacar imigrantes Madurese em uma explosão de violência étnica.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o portal:
  • Indonesia

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Victor T King, Essays on Bornean Societies (Hull/Oxford, 1978).
  • Benedict Sandin, The Sea-Dayaks of Borneo before White Rajah Rule (London 1967).
  • Eric Hansen, Stranger in the Forest: On Foot Across Borneo, (Penguin, 1988), ISBN 0-375-72495-8.
  • Hans Scharer, Ngaju Religion: The Conception of God among a South Borneo People; translated by Rodney Needham (The Hague: Martinus Nijhoff, 1963).
  • Norma Youngberg, The Queen's Gold (TEACH Services, 2000)
  • Judith M. Heimann, The Airmen and the Headhunters: A True Story of Lost Soldiers, Heroic Tribesmen and the Unlikeliest Rescue of World War II, (Harcourt, 2007), ISBN 978-0-15-101434-7
  • Jean Yves Domalain, Panjamon: I Was a Headhunter, (Publisher: William Morrow, January 1973), ISBN 0688001432, ISBN 978-0688001438

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dayak
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Dayak People».