Deinosuchus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Como ler uma caixa taxonómicaDeinosuchus riograndensis
Deinosuchus hatcheri

Deinosuchus hatcheri
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Crocodylia
Família: Alligatoridae
Género: Deinosuchus

O Deinosuchus é um gênero extinto de crocodilo do Cretáceo que viveu na América do Norte. Pensaram durante várias décadas que ele era o maior crocodiliano que já viveu na Terra. O Deinosuchus é conhecido principalmente do material do crânio, e os estudos recentes reduziram o seu comprimento previsto. Alguns outros crocodilianos gigantescos, inclusive Sarcosuchus, Purussaurus e Rhamphosuchus, foram comparações tão ou maiores, mas exatamente é difícil saber como o Sarcosuchus é a única espécie conhecida de um esqueleto basicamente-completo. Porém, estudos realizados hoje determinam que o Deinosuchus podia chegar a medir 16 metros de comprimento com um peso determinado em 6,5 toneladas. Era realmente grande para atacar qualquer dinossauro que cruzasse seu caminho.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Este crocodiliano do Cretáceo era especializado em caçar dinossauros. Talvez o seu tamanho seria uma adaptação para matar estes animais enormes. Podendo possivelmente ser o maior animal da sua família, ele teria enfrentado dinossauros como o edmontossauro, e o tiranossauro rex.

Ícone de esboço Este artigo sobre Répteis, integrado no Projeto Anfíbios e Répteis é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.