Douradoquara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Douradoquara
"Buqueirão, Fubá"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 30 de dezembro
Fundação 30 de dezembro de 1962
Gentílico douradoquarense
Prefeito(a) Clésio Gomes Mendonça (DEM)
(2013–2016)
Localização
Localização de Douradoquara
Localização de Douradoquara em Minas Gerais
Douradoquara está localizado em: Brasil
Douradoquara
Localização de Douradoquara no Brasil
18° 25' 51" S 47° 36' 32" O18° 25' 51" S 47° 36' 32" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba IBGE/2008 [1]
Microrregião Patrocínio IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Catalão (GO), Monte Carmelo, Grupiara, Abadia dos Dourados
Distância até a capital 514 km
Características geográficas
Área 313,370 km² [2]
População 3,513 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 0,01 hab./km²
Altitude 714 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,776 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 18 654,572 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 9 756,58 IBGE/2008[5]
Página oficial

Douradoquara é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2010 é 1,841 habitantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia está ligada diretamente a pecuária, mas nos últimos 5 anos a agricultura vem demonstrando um grande avanço como nas plantações de eucaliptos, cana-de-açúcar da qual se faz rapaduras e a famosa cachaça, também alguns agricultores tem investido no plantio de café e banana, ainda que estes estejam menos difundidos na região.

Meio ambiente[editar | editar código-fonte]

Apesar de ser uma cidade de porte pequeno,Douradoquara não faz uso de técnicas sócio ambientais uma vez que a secretaria do meio ambiente é controlada por produtores rurais, com isso o lixo é descartado sem nenhum cuidado e despejado em lixões a céu aberto onde são provocadas queimadas emitindo um grande índice de poluentes.Além disso se observarmos a maioria das propriedades rurais, elas não aderiram ao novo código florestal (Projeto de Lei no 1.876/99), o que faz da fauna e flora dessa região ter diminuído nos últimos 20 anos drasticamente causando grandes impactos ambientais.

Outro fator relevante a ser tratado é a questão do destino que é dado ao esgoto, a cidade não tem estacão de tratamento e infelizmente os detritos são todos jogados nos córregos que passam ali por perto trazendo sérios danos ao ecossistema. Mas apesar desses graves problemas a cidade possui a represa de emborcação que banha grande parte do município,como os Confins,Serra Negra,parte do Morro Alto e Queixada,essas áreas são donas de lindas paisagens que proporcionam uma beleza esplendida.As matas da região possuem animais que estão em extinção,mas o problema é que a maioria dos produtores rurais não olham por este lado e acabam devastando áreas que deveriam ser conservadas.

Essas matas são formadas geralmente por,Ipês,Cedro,Guapeva, Guatambú mais conhecido como Tambu, Capitão do mato,Jacarandá do cerrado, Jatobá do cerrado, pequi,bacuri, macaúba, Barbatimão, Cagaita, Araticum, Buriti, Guariroba, Mangaba, Mandioqueira, Marmelada, Mutamba, Pau terra, Sucupira, imbaúba, carnaúba, Vermelhão, Vinhático e o baguaçu que é o simbolo da região, que por muito tempo serviu como fonte de renda para muitas famílias,já que do baguaçu se aproveita quase tudo,das castanhas se fabrica um óleo comestível que é utilizado medicinalmente e de muitas outras formas,dessa planta também se extrai um palmito que é muito cobiçado devido seu sabor doce, e antigamente utilizava-se muito suas folhas para a construção de moradias os chamados Ranchos,hoje essa planta é protegida por lei e sua extração é proibida já que essa espécie esta em extinção e corre o risco de desaparecer. Os animais que habitam a região são os mais diversos incluindo aves,pequenos répteis, mamíferos como a onça, lobos, macacos, raposas, tamanduás,quatis,Cachorro-do-mato,tatus,etc.A represa possui as mais diversas espécies de peixes,que traz um grande número de turistas em fins de semana buscando a tranquilidade e a apreciação de paisagens exuberantes.

Turismo[editar | editar código-fonte]

As festividades locais mais conhecidas regionalmente são as que homenageiam santos como Nossa Senhora Aparecida,São José, São João , Santo Antônio,São Pedro,Santos Reis e a festa da padroeira da cidade Santa Cruz, com comida tipica mineira e diversos tipos de doces. Outro ponto de interesse da cidade são as paisagens naturais (a Balsa, Serra da Mandioca, por exemplo). E o acampamento que localiza-se nas margens da represa de emborcação na chácara JM que em finais de semana trás um grande numero de turistas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.