Douz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Tunísia Douz
دوز
 
—  Delegação  —
Interior do palmeiral do oásis de Douz
Interior do palmeiral do oásis de Douz
apelido/alcunha(s) Porta do Saara
Douz está localizado em: Tunísia
Douz
Localização de Douz na Tunísia
33° 27' 30" N 9° 1' 30" E
Província Kebili
População (2004)[1]
 - Total 27 060
Código postal 4260
Sítio www.commune-douz.gov.tn

Douz[a] (em árabe: دوز) é uma cidade e um oásis do deserto do Saara, situado no sul da Tunísia. É a capital das delegações (espécie de distrito ou grande município) de Douz Norte e Douz Sul, mabas parte da província (gouvernorat) de Kebili. Em 2004 o conjunto das duas delegações tinha 27 060 habitantes.[1]

Conhecida como Porta do Saara, na Antiguidade foi o oásis mais importante da região e um ponto de passagem importante das caravanas transaarianas. A maior parte dos seus habitantes pertencem à tribo dos Mrazig, que segundo a tradição são descendentes dos Banu Sulaym, uma tribo árabe que imigrou para a Tunísia no século XIII. Situa-se cerca de 30 km do limite sudeste do Chott el Jerid e a norte do Parque Nacional de Jebil, 30 km a sul de Kebili, 125 km a sudeste de Tozeur, 165 km a oeste de Medenine, e 145 km a oeste de Gabès. É um destino turístico popular, principalmente para as excursões de agência que trazem os turistas a ver as dunas do Grande Erg Oriental.

A economia local vive sobretudo da agricultura, que explora a grande fertilidade do oásis, destacando-se a produção de tâmaras como principal fonte de rendimento de muitas famílias. O papel do comércio tradicional de longo curso, outrora de grande importância, foi em grande parte substituído pelo turismo. A cidade acolhe um dos mercados mais interessantes da Tunísia, onde ainda se vendem, uma vez por semana, burros e camelos, além dos produtos artesanais e comuns, ovelhas e cabras. Na cidade há um museu etnográfico que mostra a vida tradicional dos povos do deserto.

O período de maior animação da cidade é o do Festival internacional du Saaara, que desde 1970, usualmente em novembro ou dezembro, reúne tribos nómadas de todo o Norte de África e de alguns países do Médio Oriente. O evento folclórico desenrola-se como se fosse uma espécie de Jogos Olímpicos do deserto, com várias provas equestres e com camelos (corridas, combates, fantasias', etc.). Uma das provas é uma maratona internacional de dromedários com 42 km de extensão. Inclui também espetáculos de música e dança tradicionais, leitura de poesia e corridas de cães de raça saluki, alegadamente nativo do Norte de África.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Douz
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em francês, cujo título é «Douz», especificamente desta versão.
[a] ^ Pronúncia aproximada: duze. Entenda-se "pronúncia aproximada" não como um substituto do alfabeto fonético internacional, mas apenas uma forma de dar uma ideia aproximada do som da palavra, o qual difere sensivelmente daquilo que alguns leitores poderão ser levados a pensar devido à fonética de "ou" em francês ser completamente diferente da do português.
  1. a b Population, ménages et logements par unité administrative - Gouvernorat : Kebili (em francês) www.ins.nat.tn Institut National de la Statistique. Visitado em 27 de agosto de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Tunísia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.