Elohim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Eloim[1] ou Elohim (do hebraico אֱלוֹהִים , אלהים, pronunciado elohim [2] [3] [4] [5] [6] [7] [8] [9] ) é o termo hebraico para designar divindades e poderes celestiais, em especial Deus, ou Deus como transcrevem os judeus. Na Torá é o primeiro termo utilizado em relação a divindade como consta no livro Beresh*t/Gênesis: “No princípio criou Elohim os céus e a terra”.[10]

A palavra "ELOHIM" significa "DEUSES" e "ELOHI" é "DEUS" assim como "ELI" e "ELOI" são diminutivos de "ELOHI", referindo-se a "DEUS PAI". Elohim consiste na palavra אלוה (Eloah), com o sufixo plural, que em relação à YHWH, o Deus Único teria o sentido de plural majestático, ou seja, uma reafirmação do poder da divindade (algo como “Poderosíssimo”). Em Gênesis 1:1 o título “Deus” é traduzido de ’Elo•hím, que é plural em hebraico. Os trinitários interpretam que isto indica a Trindade.

Elohim no Idioma da Língua Adâmica[editar | editar código-fonte]

"ELOHIM" do hebraico אֱלוֹהִים , אלהים

No principio da formação da Terra, Deus o Pai, sendo o principal dos "Deuses" do Universo, se chamava "ELLOHI  =  ", palavra arcaica de "ELOHI".A palavra era aplicada a "Deus", em língua Adâmica (idioma de Adão). O radical da palavra "LOHI", ainda hoje em dia podemo-la encontrar no idioma "Euskara-Basco" de Espanha, e se refere ao "Lodo" e ao "Barro". (Dicionario Euskara-Español, pág. 135 e 150, da Editorial Cantabriga, S.A. Bilbao). A palavra "ELLOHI" se desdobra em "EL-LOHI" e significa o seguinte: "EL = O" e "LOHI = LODO" ou "BARRO", isto é "O LODO" ou "O BARRO". Ela teve sua evolução até á actual palavra da língua portuguesa e espanhola, como veremos a seguir: LOHI > LODHI > LODY > LÔDU > LÔDO, ou LODO. Como se sabe, "O LODO ou BARRO" é um elemento de matéria terrestre, que a Bíblia relata, de onde se originou o primeiro "Homem" criado por Deus: "E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra" (Gên. 2:7).

O nome "ELLOHI" chamado ao "Pai dos Deuses", teria sido dado em uma época muito remota, antes de existir o "Homem" na face da Terra no principio, quando nosso "Pai Celestial", tomou sobre si um tabernáculo de matéria terrestre de "Carne Humana", como experiência, afim de ser organizado fisiologicamente com a mesma matéria, o tabernáculo do futuro "Homem". Sendo o próprio "Pai Celestial" o modelo real, do qual viria a ser o "Homem" á sua "Imagem e Semelhança", ou seja, a "Raça Humana" desta Terra.

A palavra Bíblica "ELOHIM" que dizem erradamente ser o plural de "ELOHAH" é sim o plural do original "ELOHI", e como tal deve ser aceite como " DEUSES ", no sentido de a leitura Bíblica, se tornar melhor compreendida. Todavia a palavra "ELOHIM" na sua raiz etimológica, deve ser entendida, no sentido de se tornar mais elucidativa, da maneira seguinte: O sufixo "EL" deu origem á palavra hebraica "Awel" e para a linguá árabe "Awwal" da qual se originou a palavra "ALLAH", que significa "DEUS". E a palavra "LOHI", no entendimento linguístico Bíblico, como atrás já tivemos a oportunidade de ver, significa "Homem". Assim a palavra "EL-LOHI" quer dizer: "Deus Homem" e "ELOHIM" Os Deuses Homens " ou seja "Os Deuses de Raça Humana".

Todos estes significados etimológicos, não são de maneira alguma descabidos se termos em mente, de que "Deus o Pai" é um "HOMEM", e o nosso próprio Salvador Jesus Cristo, o disse em diversas ocasiões de que Ele era "O Filho do Homem". (Marcos 10:33 e 13:26 ) Todavia a palavra "ELOHI" se encontra em diversos textos Bíblicos, mas com pontuação vocálica alterada no hebreu clássico, como na "The Holy Scriptures of the Old Testament" em: l Samuelis Chapter V: 7

And Elohim created Adam de William Blake.

Origem e Uso[editar | editar código-fonte]

As origens da palavra Elohim são geralmente ligadas ao termo hebraico אל, cuja etimologia e significados originais são disputados.[11] [12]

É um termo polissêmico, distinguido pela sua concordância.[13] [14] [15]

Quando aplicado ao deus monoteísta das religiões abraâmicas, sua concordância verbal e nominal é singular.

Quando referido às deidades (por exemplo, Gen 35:2; Ex 18:11, Jó 1:6; Sal 8:5) ou magistrados (Ex 21:6; 1 Sam 2:25), Elohim é plural em si e em sua concordância.

A palavra אל era utilizada para designar ordinariamente as diversas divindades cananitas (comparar com o assírio Ilu), e deu origem a outro termo:אלוה [16] [17] . Com o significado de o elevado, ocorre somente em um período tardio na poesia e prosa judaica (em , 41 vezes).[18]

“Elohim” é um plural majestático  O verbo acompanhante sempre está no SINGULAR. Aaron Ember escreveu : “Que a linguagem do [velho Testamento] não apoia a ideia de uma pluralidade de deuses . . . [´Elo·him'] (como aplicada ao Deus de Israel) é especialmente demonstrado pelo fato de que esta é invariavelmente construída com um predicado verbal singular, e possui um atributo adjetival singular. . . . [´Elo·him'] deve ser antes explicado como sendo um plural intensivo, denotando grandeza e Majestade,sendo igual a do Grande Deus.”-The American Journal of Semitic Languages and Literatures, Vol. XXI, 1905, p. 208.

“.. a linguá rejeitou totalmente a ideia de pluralidade numérica no caso de Elohim por ter aplicação adjetival singular.”Gesenius Hebrew Grammar, 398-399 Em 1 Samuel 5:7 a palavra elohim é aplicada a Dagom que como sabemos não era uma trindade.O mesmo ocorre com referencia a Asterote em 1 Reis 11:5. Esta palavra foi aplicada a Moisés por ter poder por um período de tempo.

Incidência e variação[editar | editar código-fonte]

De acordo com o Strong H430, Elohim possui a seguinte incidência na torá:

  • Elohim, 2.570 vezes;
  • Eloah, 57 vezes;[19]
  • El, 226 vezes;
  • Elim, 9 vezes.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Notas e referências

  1. Dicionário Enciclopédico de Teologia - Arnaldo Schüler - Google Livros books.google.com.br (2012). Visitado em 25 de julho de 2012.
  2. Strong's H430, Strong, James. Léxico Hebraico, Aramaico e Grego de Strong. Sociedade Bíblica do Brasil, 2002.
  3. http://www.merriam-webster.com/dictionary/elohim
  4. Kirst, Nelson; Zimmer, Rudi. Dicionário hebraico-português & aramaico-português. Petrópolis: Vozes, 1988.
  5. Holladay, William L. Léxico Hebraico e Aramaico do Antigo Testamento. Vida Nova, 2010
  6. Schökel, Luis. Dicionário bíblico hebraico-português. São Paulo: Paulus,1997.
  7. Berezin, Rifka. Dicionário Hebraico - Português. São Paulo:EdUsp, 2003
  8. Kirst, Nelson; Zimmer, Rudi. Dicionário hebraico-português & aramaico-português. Petrópolis: Vozes, 1988.
  9. Crowley, Vivianne. CABALA Um enfoque feminino - Português. São Paulo:Pensamento, 2000
  10. Sipporah Y Joseph. The Hebrew Names of God.
  11. Thomas Sharp. A review and defence of two dissertations concerning the etymology and scripture-meaning of the Hebrew words Elohim and Berith. 1755.
  12. Sipporah Y Joseph. The Hebrew Names of God. Bloomington, IN: WestBow Press, 2011.
  13. Sipporah Y Joseph. The Hebrew Names of God. Bloomington, IN: WestBow Press, 2011.
  14. Eugene E. Carpenter, Philip Wesley Comfort. Holman Treasury of Key Bible Words.
  15. Morin, Edgar. O Homem e a Morte. Rio de Janeiro: Imago, 1997. p.206.
  16. Pope, Marvin H.. El in the Ugaritic texts Supplements to Vetus Testamentum Vol. II Leiden, Brill, 1955. Pp. x—l-116, p49
  17. Armstron, Karen. A History of GodBallatine Books, 1993
  18. Wilhelm Gesenius. Hebrew and Chaldee Lexicon to the Old Testament
  19. Forma rara, mas como Eloah está presente 41 vezes em Jó; 4 vezes em Salmos; 4 vezes em Dan; 2 e, Hab, 2 vezes no Cântico de Moisés (Deut 32); 1 em Prov, 1 em Isa, 1 em Cr.; 1 em Ne