Empire Records

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Empire Records
Império dos Discos, Uma Loja Muito Louca
Sexo, Rock & Confusão
 (BR)
 Estados Unidos
1995 • cor • 100 min 
Direção Allan Moyle
Produção Tony Ludwig
Arnon Milchan
Michael Nathanson
Alan Riche
Coprodução Paul Kurta
Roteiro Carol Heikkinen
Elenco Anthony LaPaglia
Maxwell Caulfield
Debi Mazar
Johnny Whitworth
Liv Tyler
Renée Zellweger
Rory Cochrane
Robin Tunney
Ethan Embry
Gênero comédia, drama
Idioma inglês
Música Evan Dando, Mitchell Leib
Direção de arte John Huke
Figurino Susan Lyall
Cinematografia Walt Lloyd
Edição Michael Chandler
Estúdio Regency Enterprises
New Regency Productions
Distribuição Warner Bros.
20th Century Fox
Lançamento 20 de Outubro de 1995 (USA)
Receita $303,841 (USA)
$99,050 (Espanha)
Página no IMDb (em inglês)

Empire Records (br: Império dos Discos, Uma Loja Muito Louca / pt: Sexo, Rock & Confusão) é um filme americano de 1995. O diretor de Um Som Diferente, Allan Moyle detona um outro sucesso com esta comédia sobre um dia movimentado na vida de jovens preguiçosos, impulsivos e sonhadores que trabalham na Empire Records, uma loja especializada em música. O filme é forrado de citações de músicos e uma trilha sonora incrível. Anthony LaPaglia (Inocente Mordida) interpreta o gerente dos funcionários da Empire, vividos por Liv Tyler (Armageddon), Renee Zellweger (Jerry Maguire – A Grande Virada), Rory Cochrane (Jovens, Loucos & Rebeldes) e outros jovens talentos.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Empire Records é uma pequena loja de discos que corre o risco de ser comprada por uma grande rede de lojas, o que acabaria com o seu charme. Para ajudar o dono do lugar, os empregados precisam achar um jeito de conseguir dinheiro. Ao mesmo tempo, cada um quer resolver seus problemas: Corey quer deixar de ser a menina certinha e virgem, Gina quer namorar mais um pouco, A.J. quer se declarar a Corey, Mark e sua banda querem aprender a tocar algo que preste, a rebelde Debra raspou o cabelo, e um garoto de 15 anos pretende assaltar a loja. Ao longo do dia, segredos são revelados, amizades postas à prova, erros perdoados. E a música segue rolando.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

  1. "Til I Hear It from You" by Gin Blossoms
  2. "Liar" by The Cranberries
  3. "A Girl Like You" by Edwyn Collins
  4. "Free" by The Martinis
  5. "Crazy Life" by Toad the Wet Sprocket
  6. "Bright As Yellow" by The Innocence Mission
  7. "Circle of Friends" by Better Than Ezra
  8. "I Don't Want to Live Today" by Ape Hangers
  9. "Whole Lotta Trouble" by Cracker
  10. "Ready, Steady, Go" by The Meices
  11. "What You Are" by Drill
  12. "Nice Overalls" by Lustre
  13. "Here It Comes Again" by Please
  14. "The Ballad of El Goodo" by Evan Dando
  15. "Sugarhigh" by Coyote Shivers
  16. "The Honeymoon Is Over" by The Cruel Sea

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O filme foi originalmente filmado em dois dias.
  • Na época que o filme foi feito, Coyote Shivers era casado com Bebe Buell, portanto era padrasto da atriz Liv Tyler que também atua no filme.
  • Warren, interpretado por Brendan Sexton III, deveria ter uma irmã, mas assim como Tobey Maguire, teve suas cenas e depois o personagem deletados da edição final do filme.
  • O quadro do Alice in Chains que aparece na parede da loja e depois é vendido, é a arte do álbum de estréia da banda Facelift.
  • A maioria dos atores deste filme, Anthony LaPaglia, Rory Cochrane, Johnny Whitworth, Robin Tunney, Ethan Embry, e Ben Bode, foram posteriormente lançados como personagens principais ou fizeram participação especial em uma ou mais séries de crime/drama.
  • O suéter que Liv Tyler usa no filme, é muito parecido com o que ela usou no clipe da música Crazy da banda Aerosmith.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Empire Records