Epica (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Epica
Álbum de estúdio de Kamelot
Lançamento 2003
Gênero(s) Symphonic metal, progressive metal, power metal
Duração 52:12
Formato(s) CD
Gravadora(s) Noise Records
Produção Sascha Paeth e Michael Rodenberg
Cronologia de Kamelot
Último
Último
Karma
(2001)
The Black Halo
(2005)
Próximo
Próximo

Epica é o sexto álbum de estúdio da banda estadunidense de melodic metal Kamelot.

Descrição[editar | editar código-fonte]

Este álbum é o primeiro álbum conceitual feito pelo Kamelot: a maioria das letras foi escrita antes das músicas. Epica segue em direção a uma lenda épica (como o próprio álbum intitula), mas também uma jornada ao próprio universo, mente, sonhos e alma. É aonde todas as questões sem explicação sobre a vida são respondidas.

O álbum é baseado em Fausto, obra de Goethe. O nome do álbum também inspirou o nome da banda Epica, depois de seu lançamento.

Personagens Principais[editar | editar código-fonte]

  • Ariel - um homem que busca respostas, que procura equilíbrio e verdade. Ariel não está satisfeito com as respostas dadas pela religião e ciência. Ele queima todas as pontes e sai em uma jornada em busca do equilíbrio que ele não encontra em sua vida; a verdade absoluta que cerca a vida.
  • Helena - ela é a única garota que Ariel amou realmente. Eles se separaram por anos quando finalmente se reencontraram após um encontro no castelo de Mephisto. Em Epica ela representa inocência e tudo o que é bom.
  • Mephisto - a personificação do diabo. Mephisto, que aparece em diferentes máscaras e disfarces. Ele nunca é exatamente o que se espera de um demônio, aparentemente racional e sofisticado, sempre tentador e sedutor. Mephisto representa a fraqueza de todas as ambições humanas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Prologue" - 1:07
  2. "Center of the Universe" - 5:26
  3. "Farewell" - 3:41
  4. "Interlude I (Opiate Soul)" - 1:10
  5. "Edge of Paradise" - 4:09
  6. "Wander" - 4:24
  7. "Interlude II (Omen)" - 0:40
  8. "Descent of the Archangel" - 4:35
  9. "Interlude III (At the Banquet)" - 0:30
  10. "Feast for the Vain" - 3:57
  11. "On the Coldest Winter Night" - 4:03
  12. "Lost and Damned" - 4:55
  13. "Helena's Theme" - 1:51
  14. "Interlude IV (Dawn)" - 0:27
  15. "Mourning After" - 4:59
  16. "III Ways to Epica" - 6:16
  17. "Snow" (faixa bônus de edição limitada)
  18. "Like the Shadows" (bônus da versão japonesa)

Temática das faixas[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

1. Prologue

Esta é a introdução para o álbum onde o ouvinte é colocado em uma seqüência de sonhos. Aqui começa a atmosfera, mas também é uma referência ao "Prologue in Heaven", no conto Fausto, o qual inspirou o CD.

2. Center of the Universe

Esta canção é uma extensão da faixa Prologue, e leva o ouvinte ao seu próprio universo, dentro de sua mente, onde todas as questões são possivelmente respondidas. Perto também do fim da canção, Ariel parece comunicar que ele está prestes a deixar o que pode ser chamado de adeus "(Farewell)". Esta é a primeira canção no álbum, mas foi a última canção terminada para o Epica.

3. Farewell

A jornada começa; em Farewell, Ariel ultrapassa fronteiras e deixa tudo o que conhece para trás. Ele não pode encontrar as respostas que procura na ciência, nem na religião, e quer explorar o mundo como ele é. Ele parece procurar a satisfação de ter tentado fazer coisas de seu próprio jeito, mesmo que isso faça-o parecer insano. (Esta canção foi feita numa noite chuvosa, na Florida, em 2001)

4. Interlude I (Opiate Soul)

Esta faixa tenta descrever a escuridão e o desespero que uma pessoa pode sentir quando está em condição humana.

5. Edge of Paradise

Ariel está no limite. Ele confronta com o mundo que encontrou, árduo. Em países longínquos, ele experimenta de diferentes formas a busca por felicidade e paz, mas lentamente perde sua força na vida. No entanto, em seu fio de sanidade é óbvio que ele aprende algo sobre as duas faces da sociedade, suas luzes e trevas. Kamelot escolheu mixar sonoridades Árabes e Canto Gregoriano para retratar as tentações, prazeres e perigos da fuga da realidade.

6. Wander

Eu seu desespero, Ariel procura voltar ao tempo em que o amor e a juventude o carregavam para um mundo de promessas. Ele entende que esses sonhos são apenas anseios sentimentais. A vida não tem mais um sentido para ele, e ele sente que deve desistir do que realmente precisou. Uma parte dele regressa profundamente em uma espécie de lamento.

7. Interlude II (Omen)

Neste ponto Ariel está determinado a tirar sua própria vida. A melodia é uma referência à morte de Helena que vem em seguida, no álbum.

8. Descent of the Archangel

Em sua melancolia, Ariel vê Mephisto numa noite de pálido luar. Ariel sente-se surpreso de ver que o Diabo não era como ele imaginava. Em um disfarce de linda mulher, Mephisto educadamente explica a Ariel o que ele pode lhe dar. (Luca Turilli, da banda Rhapsody, toca a primeira metade do solo de guitarra nesta canção.)

9. Interlude III (At the Banquet)

Muitas pessoas juntaram-se ao castelo de Mephisto, onde Ariel foi convidado a entrar. Ele chega um pouco tarde.

10. A Feast for the Vain

Na grande festa Ariel faz amizade com todos. Mulheres, bebidas e comidas, Mephisto cobre qualquer desejo carnal. Cego pela opulência, Ariel se convence que esta é a felicidade que ele tanto procurou. No fim da canção Ariel assina um pacto que será fatal.

11. On the Coldest Winter Night

Depois da festa, Ariel repentinamente encontra Helena, a garota de sua juventude. Eles compartilham um breve, mas intenso momento juntos. (Essa música tem uma forte referência ao frio - em contrário a "Wander" que se refere ao verão - e simbolicamente descreve a mudança de Ariel após seu encontro com Mephisto.)

12. Lost & Damned

Helena chega a Ariel para dizer-lhe que está grávida, mas sem sucesso. Ariel está convencido que o pacto que ele fez com Mephisto causará a ela muita dor e sofrimento. Para romper a relação ele é extremamente frio; ele diz a ela decididamente para esquecer tudo sobre ele e parte. (A linha em tango nesta canção descreve a tensão entre Helena e Ariel. Fabricio Alejandro toca o bandoneon.)

13. Helena’s Theme

Desesperada, Helena se mata afogada em um rio.

(Mari, é a cantora convidada para fazer Helena. Nesta canção ela é acompanhada pela Orquestra Sinfônica de Rodenberg.)

14. Interlude IV (Dawn)

A cidade chora ao ler as notícias sobre a morte de Helena.

15. The Mourning After

Ariel ouve sobre Helena ter se suicidado, e sobre a conseqüente morte de seu filho ainda não nascido. Ele sofre profundamente, mas espera poder encontrá-los novamente do outro lado.

16. III Ways to Epica

Esta canção finaliza a primeira parte do conceito. Resume o álbum com Mephisto claramente representando o demônio e o cinismo, e Helena retorna como um anjo, representando a bondade. Ariel ainda está em sua jornada, procurando por equilíbrio e verdade.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

A história começa neste álbum e termina no próximo álbum de Kamelot, The Black Halo.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Kamelot é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.