Estevão I de Constantinopla

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Selo do patriarca "Estevão" de Constantinopla, que pode ser Estevão I ou Estevão II.

Estevão I de Constantinpla (em grego: Στέφανος Α΄ - Stephanos I; novembro de 86718 de maio de 893) foi o patriarca de Constantinopla entre 886 e 893.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Estevão era o filho de Eudóxia Ingerina e, oficialmente, do imperador bizantino Basílio I, o Macedônio. Porém, quando ele fora concebido, Eudóxia ainda era a amante do imperador Miguel III, o Ébrio. Consequentemente, é possível - e provável - que ele seja, assim como o seu irmão mais velho Leão VI, o Sábio, filho de Miguel.

Castrado por Basílio I, Estevão se tornou um monge e foi designado para uma carreira na igreja deste a mais tenra idade. Em 886 d.C., seu irmão, o novo imperador Leão VI, dispensou o patriarca Fócio e apontou Estevão - então com dezenove anos - como patriarca em seu lugar.

No trono patriarcal, Estevão participou do enterro cerimonial de Miguel III por Leão VI no mausoléu imperial anexo à Igreja dos Santos Apóstolos em Constantinopla. Não há eventos significativos ligado ao patriarcado de Estevão ou ao patriarca em si, que morreu em 893 d.C. com uma fama de piedade.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Estevão I de Constantinopla
(886 - 893)
Precedido por: Cruz ortodoxa.png
Lista dos patriarcas ecumênicos de Constantinopla
Sucedido por:
Fócio 87.º Antônio II


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Oxford Dictionary of Byzantium (em ). Oxford: Oxford University Press, 1991.